Palmeiras contrata auxiliar de Dunga na seleção para vaga de Valentim na comissão

Por Estadão Conteúdo

A diretoria do Palmeiras anunciou nesta terça-feira a contratação de Andrey Lopes, o "Cebola", para fazer parte da comissão técnica permanente como auxiliar técnico. Ele chega para ocupar o espaço vago com a saída de Alberto Valentim do clube após o encerramento do Campeonato Brasileiro.

Cebola, de 44 anos, ficou mais conhecido pela sua passagem pela seleção brasileira como auxiliar técnico de Dunga na segunda experiência do treinador pela equipe, entre 2014 e 2016. Além disso, também trabalhou na função no Internacional e no Grêmio, one trabalhou com Cícero Souza, atual gerente de futebol do Palmeiras, durante cinco temporadas (2007 a 2011).

Em 2017, o Palmeiras vai ser comandado por Roger Machado, técnico recém-contratado pela diretoria. Além disso, ele chegou ao clube com dois auxiliares, Roberto Ribas e James de Freitas, que agora terão a companhia de Cebola, com a diferença de que ele fará parte da comissão fixa e será mantido no clube mesmo em caso de uma troca de técnico no futuro.

Valentim ocupou o cargo de auxiliar fixo de forma ininterrupta em três temporadas (2014 a 2016), além do seis meses finais de 2017. Em janeiro deste ano, o Palmeiras contratou Cláudio Prates para atuar como auxiliar fixo, enquanto Valentim começava o trabalho de técnico no Red Bull Brasil. Prates ficou na função até setembro, quando aceitou convite para dirigir o Al Shabab, da Arábia Saudita. Naquela altura do ano, o próprio Valentim já havia retornado para o Palmeiras ao aceitar o convite de Cuca em junho. Agora, a partir de 2018, a função será desempenhada por Andrey Lopes.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo