Sette Câmara vence eleição no Atlético-MG e garante Oswaldo de Oliveira

Por Estadão Conteúdo

O advogado Sérgio Sette Câmara foi eleito nesta segunda-feira o novo presidente do Atlético Mineiro. Candidato da situação, ele recebeu 266 votos, contra 41 do rival, Fabiano Ferreira. Houve quatro votos em branco e um nulo na eleição realizada ao longo do dia, em Belo Horizonte.

Sette Câmara tinha o apoio do presidente Daniel Nepomuceno, que decidiu não se candidatar para tentar a reeleição. Também tinha o apoio de Alexandre Kalil, ex-presidente atleticano, que elegera Nepomuceno como seu sucessor. Atualmente, Kalil é o atual prefeito de Belo Horizonte.

"A toda nossa gigantesca torcida, maior patrimônio do Clube Atlético Mineiro, agradeço todas as manifestações de apoio que tenho recebido e prometo entregar ao nosso clube toda a obstinação que sempre dediquei a tudo que me propus a fazer. Vai dar certo! Vencer, vencer, vencer, esse é o nosso ideal. Que Deus me ilumine", disse o novo presidente, em breve pronunciamento.

Com mandato até o fim de 2020, Sette Câmara é mestre em direito empresarial. Ele começou a se envolver com a política do clube em 1999 e até foi vice-presidente de patrimônio sob a gestão do então presidente Ricardo Guimarães, iniciada em 2003. Curiosamente, o novo presidente atleticano é o pai de Sérgio Santos Sette Câmara Filho, que é piloto da Fórmula 2 e um dos candidatos a representar o Brasil na Fórmula 1 no futuro.

Na sua gestão, Sette Câmara terá Lásaro Cândido da Cunha, ex-diretor jurídico do clube, como seu vice-presidente. Após vencer a eleição, ele confirmou que Oswaldo de Oliveira seguirá como técnico do time. E anunciou Alexandre Gallo como diretor de futebol e Paulo Paixão como preparador físico do clube.

Com o fim da eleição, o Atlético deve definir nos próximos dias contratações e o futuro de alguns jogadores do elenco, caso de Robinho. O jogador não aceitou a proposta de redução do seu salário e o clube pode negociá-lo com outro clube – o Santos é um dos interessados. Um jogador que deve ser anunciado pelo Atlético é o volante Arouca, do Palmeiras.

O maior desafio do novo presidente será devolver o time ao caminho dos títulos. Após ser campeão da Copa Libertadores, da Recopa Sul-Americana e da Copa do Brasil, sob a gestão de Kalil, o Atlético pouco brilhou na presidência de Nepomuceno. Foram dois vices, do Brasileirão de 2015 e da Copa do Brasil de 2016.

Após esperar pela definição do novo presidente, o clube agora vai aguardar pelo resultado da final da Copa Sul-Americana. Se o Flamengo for campeão, na quarta, o Atlético ganhará uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores, o que vai mudar o planejamento da equipe para 2018.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo