Com Kubica discreto, Vettel lidera último dia de testes em Abu Dabi

Por Estadão Conteúdo
Vettel foi o mais veloz do dia em Abu Dhabi - Mark Thompson/Getty Images
Com Kubica discreto, Vettel lidera último dia de testes em Abu Dabi

Como aconteceu na terça-feira, a Ferrari voltou a se impor nos testes em Abu Dabi. Nesta quarta, foi a vez do alemão Sebastian Vettel cravar a melhor volta do dia nas atividades comandadas pela Pirelli no Circuito de Yas Marina. Foi o segundo e último dia de testes, novamente contando com a presença do polonês Robert Kubica.

Ao marcar o tempo de 1min37s551, Vettel foi o mais veloz também do que o companheiro de equipe na terça. O finlandês Kimi Raikkonen anotara 1min37s768 e liderara a primeira sessão em Abu Dabi. Assim como o parceiro, o tetracampeão obteve a marca com os pneus hipermacios, que serão a novidade de 2018. Segundo a Pirelli, eles são dois "degraus mais macios" que os atuais ultramacios.

Vettel, que anotou a melhor marca ainda pela manhã, foi um dos oito pilotos a completar mais de 100 voltas no traçado localizado nos Emirados Árabes Unidos. Ao todo, ele deu 118 giros na pista que recebeu a última corrida da temporada da Fórmula 1, no domingo passado. Durante a sessão, o alemão chegou a rodar com sua Ferrari e acertou a barreira de proteção, sem maiores consequências.

O segundo melhor tempo foi registrado pelo finlandês Valtteri Bottas. O piloto da Mercedes anotou 1min38s490, em 141 voltas. O holandês Max Verstappen, da Red Bull, apareceu em terceiro, com 1min38s736 (132 voltas). Os carros da Force India completaram o Top 5, com o mexicano Sergio Pérez – 1min38s818 – e o francês Esteban Ocon – 1min39s148.

O espanhol Carlos Sainz Jr, da Renault, foi o sexto mais veloz, com 1min39s444. Ele ficou logo à frente de Robert Kubica, que não passou do sétimo posto, entre 14 pilotos, com o tempo de 1min39s485. Após completar mais de 100 voltas na terça, o polonês deu apenas 28 giros nesta quarta.

A quilometragem foi menor porque nesta quarta ele dividiu a Williams com o russo Sergey Sirotkin, que completou 86 voltas no traçado. Kubica é o mais forte candidato a substituir Felipe Massa na equipe britânica em 2018. Ele tem a concorrência do alemão Pascal Wehrlein, do escocês Paul Di Resta e do russo Daniil Kvyat.

As negociações estão encaminhadas, mas a equipe garante que não há nada certo ainda. O polonês não disputa um GP de F-1 desde 2010. Isso porque ele precisou se afastar da categoria às vésperas do início da temporada 2011 após sofrer um grave acidente de rali.

Nas duas atividades em Abu Dabi, nesta terça e quarta, as equipes puderam conhecer parcialmente como serão os pneus da Pirelli para a temporada 2018. Também aproveitaram as sessões para testarem em seus carros componentes que serão utilizados nos modelos do próximo ano.

Loading...
Revisa el siguiente artículo