Réver respalda Muralha, mas também vê César pronto para entrar no gol do Flamengo

Por Estadão Conteúdo
Muralha falhou nos gols do Santos no último domingo - Ide Gomes / FramePhoto/Folhapress
Réver respalda Muralha, mas também vê César pronto para entrar no gol do Flamengo

Pouco mais de 12 depois de o Flamengo ser derrotado por 2 a 1 pelo Santos, de virada, na noite do último domingo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio, o elenco rubro-negro já voltou aos treinos na manhã desta segunda-feira antes de viajar nesta terça à Colômbia, onde a equipe enfrentará o Junior Barranquilla, na quinta, pelo confronto de volta da semifinal da Copa Sul-Americana.

E o escolhido para dar entrevista coletiva nesta terça foi o capitão Réver, que lamentou o revés sofrido em casa no Campeonato Brasileiro e serviu como um "escudo" contra as críticas ao time e principalmente ao goleiro Alex Muralha, que falhou nos lances dos dois gols santistas e voltou a ser alvo da revolta dos torcedores flamenguistas no último domingo.

Ao ser questionado sobre a situação de Muralha, que herdou a posição do titular Diego Alves, operado de uma fratura na clavícula no último sábado depois de ter se lesionado no jogo de ida das semifinais da Copa Sul-Americana, o zagueiro flamenguista respaldou a possível continuidade do goleiro na equipe titular. Porém, ao mesmo tempo reconheceu que o jovem César, de 25 anos, tem a confiança dele e da equipe caso seja escolhido pelo técnico Reinaldo Rueda para assumir a titularidade.

"A gente pode colocar que eles vivem dois momentos bem diferentes. O torcedor ontem (domingo) gritou o nome do César depois dos erros (do Muralha) na partida. O Muralha vem sendo um jogador muito visado pelo torcedor por algumas coisas que aconteceram. Isso pode acabar passando uma insegurança para ele, mas para nós ele é uma pessoa que se demonstra muito segura porque vem treinando muito bem na semana. Sabemos que ele pode estar sofrendo uma pressão, mas cabe ao treinador decidir essa opção dele", afirmou Réver, se referindo ao jogo desta quinta-feira.

Em seguida, o capitão rubro-negro enfatizou: "Nós jogadores temos confiança nos dois, independentemente de o Muralha poder não estar vivendo um bom momento, como já viveu. E o César está há um tempo sem jogar, mas os dois têm totais condições de atuar".

Muralha já havia falhado na vitória por 2 a 1 sobre o Junior Barranquilla logo depois de substituir Diego Alves e o Flamengo levar o primeiro gol do jogo realizado no Maracanã na semana passada. E, com os novos vacilos cometidos na partida diante do Santos, é grande a chance de Rueda promover a entrada de César no time titular. Réver, porém, ressaltou que a responsabilidade pelos resultados não pode ser apenas creditada ao contestado goleiro e que toda a equipe precisa dar uma boa resposta ao seu torcedor neste confronto de volta da semifinal continental.

"Hoje já tivemos uma conversa com o grupo todo e temos que procurar já deixar o que aconteceu para trás, pois na quinta-feira temos um jogo muito difícil, um jogo no qual a gente busca classificação à final, e que é mais um jogo da nossa vida para que possamos alcançar um jogo de título da Copa Sul-Americana e mais uma classificação para a Libertadores se formos campeões", projetou.

Loading...
Revisa el siguiente artículo