Jô desfalcou o Corinthians em abril por causa de sequestro da irmã

Por Metro Jornal
Celso pupo/Folhapress
Jô desfalcou o Corinthians em abril por causa de sequestro da irmã

Jô viveu talvez um dos momentos mais delicados de sua vida neste ano. Mas engana-se quem pensa que o drama aconteceu nos gramados. A irmã do artilheiro do Corinthians no Campeonato Brasileiro foi sequestrada em abril, de acordo com o site "Meu Timão", fato que tirou o atleta de um jogo da equipe na temporada. Ao Metro Jornal, o clube confirmou a informação, mas preferiu não dar detalhes.

O crime aconteceu no dia 11 de abril, véspera do primeiro jogo do Corinthians contra o Inter, pela Copa do Brasil. A poucas horas do último treino antes do embarque para Porto Alegre, Jô foi surpreendido por um telefonema. Do outro lado da linha, a informação do sequestro de uma de suas irmãs. "Fiquei apavorado!", resumiu Jô, ao "Meu Timão", irmão mais novo de Elisa e Elaine, sem revelar qual delas passou pelo ocorrido.

Naturalmente sem condições de trabalhar, Jô informou ao clube de que não iria treinar naquele dia. Ao saber da história, o técnico Fábio Carille tratou de dispensar o jogador da partida contra o Inter, alegando que o atacante precisava ser poupado para a semifinal do Paulistão, que aconteceria quatro dias depois, contra o rival São Paulo, no Morumbi.

"Foi apenas aquele jogo. Acho que isso foi fundamental para que a história não vazasse. Foi tudo mundo rápido mesmo", lembrou. "Por volta das 18h, 19h daquele mesmo dia tudo estava resolvido. Graças a Deus", contou Jô, sem revelar detalhes sobre a maneira que tudo foi esclarecido. Ainda segundo o "Meu Timão", a Polícia Civil de São Paulo foi acionada e conseguiu resolver a questão.

"Acredito que, se estendesse a situação, eu teria mais dificuldade para administrar. Mas foi rápido, tive cabeça no lugar e ajuda da minha família. Nos juntamos ali em torno de nós mesmo e saímos juntos daquilo", finalizou.

Campeão Paulista e Brasileiro, Jô ainda tem mais uma partida para conquistar um feito inédito: ser o primeiro corintiano artilheiro do Brasileirão. O atacante tem 18 gols e está empatado com Henrique Dourado, do Fluminense. No fim de semana, o Timão encara o Sport, na Ilha do Retiro, enquanto Tricolor Carioca visita o Atlético-GO.

Loading...
Revisa el siguiente artículo