Chapecoense lança portal para homenagear vítimas de tragédia

Por Ansa
Reprodução
Chapecoense lança portal para homenagear vítimas de tragédia

Às vésperas do primeiro aniversário do acidente aéreo que dizimou a delegação da Chapecoense, o clube de Santa Catarina lançou um portal para homenagear as vítimas da tragédia de Medellín.

Chamada "Pra Sempre Chape", a página permite que torcedores e fãs compartilhem mensagens, fotos e vídeos em memória dos que perderam a vida na noite de 28 de novembro de 2016, pelo horário colombiano, e madrugada do dia 29 no Brasil.

"Eternizar momentos e lembranças. Por tudo que representaram como pessoas, pais, irmãos, maridos, amigos, atletas e torcedores. Por serem parte da nossa história. Por terem nos dado tantas alegrias e orgulho. A saudade de vocês jamais deixará de existir, mas [vocês] estarão, sempre, vivos em nossas mentes e em nossos corações. Obrigado por tudo", diz a mensagem escrita pelo clube no portal.

O acidente ocorreu perto do Aeroporto de Medellín, onde a Chapecoense disputaria a final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, e matou 71 pessoas, incluindo 19 jogadores, o técnico Caio Júnior, dirigentes, jornalistas e sete tripulantes.

O avião pertencia à Lamia, companhia aérea fundada em 2009, na Venezuela, mas que começou a operar apenas em 2014 e que pouco depois transferiu sua sede para a Bolívia. Sua especialidade eram voos fretados para times de futebol da América Latina, já que oferecia flexibilidade para pousar em aeroportos remotos.

A aeronave que caiu com a delegação da Chape era a única de sua frota em condições de voar. A causa do acidente foi falta de combustível. No entanto, as autoridades de Bolívia e Venezuela ainda investigam para descobrir o real proprietário da Lamia.

Loading...
Revisa el siguiente artículo