Avaí bate o Atlético-PR e segue vivo na briga contra o rebaixamento

Por Estadão Conteúdo
Eduardo Valente/FramePhoto/Folhapress
Avaí bate o Atlético-PR e segue vivo na briga contra o rebaixamento

O Avaí entrou em campo, neste domingo, com chances de ter o rebaixamento confirmado, mas saiu do gramado vivo na briga pela permanência na Série A do Campeonato Brasileiro. O time catarinense enfrentou o Atlético Paranaense na Ressacada e conquistou uma importante vitória por 1 a 0, em jogo válido pela 37.ª rodada do Brasileirão.

Confira a classificação aqui

Com o resultado, o time catarinense respira, mas segue na zona da degola do Nacional, em 18.º lugar, com 42 pontos. Agora, o Avaí vai decidir o seu futuro na elite do futebol brasileiro na rodada final do torneio, no domingo que vem, quando enfrenta o Santos, às 17 horas, na Vila Belmiro.

O Atlético Paranaense, por sua vez, caiu para o 13º lugar no Brasileirão, com 48 pontos, e voltará a campo no mesmo dia para enfrentar o Palmeiras, na Arena da Baixada, em Curitiba, mas já sem chances de classificação para a próxima edição da Copa Libertadores.

O Avaí iniciou o jogo com o objetivo de ocupar o campo de ataque e desde os primeiros minutos pressionou a saída de bola atleticana. O time da casa conseguiu dar alguns sustos no adversário, até o momento no qual a partida ficou muito truncada, com excesso de passes errados para ambos os lados. No entanto, quando o Avaí voltou a finalizar, foi para abrir o placar.

Aos 15 minutos, Pedro Castro brigou pela bola na esquerda e rolou para Maicon, que bateu com efeito no ângulo. O Atlético teve a chance empatar cinco minutos depois, mas Douglas fez grande defesa em cabeceio de Eduardo Henrique.

As tentativas de reação continuaram e o time paranaense passou a ficar mais tempo com a bola no pé, mas não voltou a dar trabalho para o goleiro avaiano até o fim do primeiro tempo.

No início do segundo tempo, o time visitante voltou com as mesmas dificuldades apresentadas anteriormente. Então, aos 11 minutos, o árbitro marcou pênalti para o time rubro-negro paranaense, após choque entre Sidcley e Alemão, que ficou muito tempo no chão, mas voltou para o jogo. Mas, cinco minutos depois, Fabrício foi para a cobrança e mandou a bola por cima do gol.

O time atleticano ficou abatido com a oportunidade perdida e criou poucas chances para reagir. Além disso, ainda viu o goleiro Weverton salvar uma bola em cima da linha, após cabeceio de Alemão, aos 29 minutos. Este foi o último lance de perigo do jogo.

FICHA TÉCNICA

AVAÍ 1 X 0 ATLÉTICO-PR

AVAÍ – Douglas Friederich; Maicon, Fagner Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Pedro Castro e Marquinhos (Romulo); Maurinho (Leandro Silva), Luanzinho e Lourenço (Wellington Simião). Técnico: Claudinei Oliveira.

ATLÉTICO-PR – Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Lucho González (Eduardo Henrique), Pavez (Sicley) e Matheus Rosseto; Lucas Fernandes (Felipe Gedoz), Pablo e Douglas Coutinho. Técnico: Fabiano Soares.

GOL – Maicon, aos 15 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Wilton Pereira Sampaio (GO).

CARTÕES AMARELOS – Betão e Pedro Castro (Avaí).

RENDA – R$ 227.020.

PÚBLICO – 13.394 pagantes.

LOCAL – Estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC).

Loading...
Revisa el siguiente artículo