Sport vence o Fluminense e deixa a zona de rebaixamento

Por Estadão Conteúdo
Jogadores do Sport comemoram o gol de André (encoberto) - Wagner Assis/Eleven/Folhapress
Sport vence o Fluminense e deixa a zona de rebaixamento

Abusando dos erros, principalmente no primeiro tempo, o Fluminense foi derrotado pelo Sport por 2 a 1, neste sábado, no Maracanã, pela abertura da 37.ª rodada, a penúltima do Campeonato Brasileiro. No final do jogo, teve o famoso coro de "time sem vergonha" para os cariocas em virtude da campanha ruim na disputa da competição.

O resultado mantém o Fluminense na 14.ª colocação, com 46 pontos, e fora da zona de classificação para a Copa Sul-Americana de 2018. Na última rodada, os cariocas visitam o já rebaixado Atlético-GO, em Goiânia (GO). Já o Sport chegou aos 42 pontos, subiu para a 16.ª posição e empurrou o Vitória para o Z4. No próximo dia 3 de dezembro, o time joga pela permanência na elite contra o campeão Corinthians, em Recife (PE).

O bom resultado conquistado pelo time pernambucano aumentou também a pressão sofrida pela Ponte Preta, que tem 38 pontos, ocupa a 18ª colocação e neste domingo, em Campinas, enfrenta justamente o Vitória, que passou a encabeçar a zona de descenso da tabela, com 40 pontos. Será um confronto direto na luta contra o rebaixamento.

Precisando vencer para aumentar as suas chances de evitar a queda à Série B, o Sport tomou iniciativa e chegou a abrir 2 a 0 no primeiro tempo com gols de André. O Fluminense falhou na marcação, principalmente pelos lados do campo, e sofreu os gols. No primeiro deles, aos 12 minutos, Marquinhos cruzou rasteiro, da direita, e André chegou antes de Lucas para abrir o placar. No segundo, aos 23 minutos, o atacante aproveitou a sobra dentro da área, girou e chutou rasteiro.

Bastante vaiado pela torcida, o Fluminense aproveitou o recuo do Sport para diminuir o placar antes do intervalo. Durval cabeceou para o alto na tentativa de afastar a bola após cruzamento de Scarpa, mas Marcos Júnior, de bicicleta, surpreendeu Magrão e marcou um belo gol aos 37 minutos.

Na etapa final, porém, o time carioca parou na marcação do Sport Nas poucas vezes em que conseguiu se livrar dos marcadores, criou duas boas chances para empatar. Em uma delas, Marcos Júnior chutou em cima de Magrão após passe de Henrique Dourado. Na outra, Renato Chaves cabeceou por cima do gol. Nos acréscimos, Marlon cobrou falta no travessão, na última chance de empate dos cariocas.

O Sport, por sua vez, desperdiçou duas ótimas oportunidades de ampliar para 3 a 1 na reta final do segundo tempo. Primeiro aos 39 minutos, em boa trama ofensiva entre

Diego Souza, André e Rogério, mas o último deles, livre na cara do gol após passe de André, resolveu devolver a bola ao atacante quando poderia ter finalizado e acabou permitindo que a defesa do Flu afastasse o perigo. Pouco depois, aos 41, Rithely quase marcou em cabeçada, mas o time da casa não soube aproveitar estes vacilos do adversário ao não ter competência para empatar o duelo no fim.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 1 X 2 SPORT

FLUMINENSE – Diego Cavalieri; Lucas, Henrique, Renato Chaves e Marlon; Marlon Freitas (Matheus Alessandro), Douglas, Sornoza (Wendel) e Gustavo Scarpa (Pedro); Marcos Júnior e Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

SPORT – Magrão; Raul Prata, Oswaldo Henríquez, Durval e Sander; Anselmo, Patrick, Marquinhos (Rogério), Diego Souza (Índio) e Mena (Rithely); André. Técnico: Daniel Paulista.

GOLS – André, aos 12 e aos 23 minutos, e Marcos Júnior, aos 37 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

CARTÕES AMARELOS Marcos Júnior, Renato Chaves, Marlon e Henrique Dourado (Fluminense); Anselmo e Patrick (Sport).

RENDA – R$ 219.540,00.

PÚBLICO – 10.660 pagantes (12.819 torcedores).

LOCAL – Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Loading...
Revisa el siguiente artículo