Com arbitragem polêmica e 2 gols de Willian, Chelsea goleia fora e vai às oitavas

Por Estadão Conteúdo
Willian chuta para marcar o quarto gol do Chelsea - Aziz Karimov/Reuters
Com arbitragem polêmica e 2 gols de Willian, Chelsea goleia fora e vai às oitavas

O Chelsea contou com ajuda considerável da arbitragem para golear o frágil Qarabag nesta quarta-feira e garantir vaga antecipada nas oitavas de final da Liga dos Campeões. No Azerbaijão, o time inglês teve dois pênaltis discutíveis marcado pelo português Jorge de Sousa, sendo que o primeiro deixou o adversário com um a menos logo com 19 minutos, e ainda contou com dois gols marcados por Willian para fazer 4 a 0.

O resultado deixou o Chelsea com 10 pontos, na ponta do Grupo C, garantindo uma das duas vagas da chave às oitavas. A outra será definida entre a Roma, vice-líder com oito pontos, e o Atlético de Madrid, terceiro, com três, que se enfrentam nesta quarta. Os italianos também garantem a classificação até em caso de empate na Espanha. Por fim, o Qarabag é o lanterna, com dois pontos.

O Chelsea entrou em campo com todo o favoritismo nesta quarta, mas quem assustou primeiro foi o Qarabag. Aos 12 minutos, Medvedev tabelou pela direita e a sobra ficou com Michel, que finalizou firme de dentro da área, no travessão.

Só que logo depois, entrou em ação o juiz Jorge de Souza. Aos 19 minutos, Willian arrancou e, ao ser tocado, desabou. O português não só marcou o pênalti discutível, como mostrou o cartão vermelho direto para Sadiqov, deixando o Qarabag com um a menos. Hazard cobrou no canto esquerdo do goleiro e marcou.

O gol deixou o Chelsea ainda mais tranquilo e, mesmo sem forçar, os ingleses chegaram ao segundo ainda no primeiro tempo. Aos 35, Willian recebeu belo passe e tabelou com Hazard, que devolveu de letra para o brasileiro marcar.

No segundo tempo, os visitantes voltaram mais incisivos e passaram a perder oportunidades, quase sempre com Morata. Aos 22, o atacante recebeu completamente sozinho na área, teve tempo de dominar e bateu cruzado, para fora. Pouco depois, foi acionado novamente perto da marca do pênalti e, desta vez, parou no goleiro.

Mas aos 25, o árbitro apareceu novamente e deu novo pênalti polêmico sobre Willian, desta vez de Qarayev. Fábregas cobrou e fez o terceiro. E ainda houve tempo para o brasileiro fazer mais um na reta final. Aos 39, ele recebeu na intermediária, cortou para a direita e bateu de fora da área, sem chances para o goleiro.

CSKA vence

Na outra partida que abriu esta quarta de Liga dos Campeões, o CSKA Moscou voltou a vencer e ficou mais perto da classificação às oitavas. Em casa, a equipe russa não teve qualquer trabalho para fazer 2 a 0 no Benfica, uma das grandes decepções do torneio, que segue sem pontuar.

Shchennikov e o brasileiro Jardel, contra, marcaram os gols que levaram o CSKA a nove pontos, na segunda colocação do Grupo A, atrás de Manchester United (12) e à frente do Basel (seis), que se enfrentam ainda nesta quarta, na Suíça. Para ir às oitavas, o time russo precisará bater o Manchester na última rodada, dia 5 de dezembro, na Inglaterra.

Loading...
Revisa el siguiente artículo