Corinthians já coloca em marcha as suas mudanças para a temporada de 2018

Por Estadão Conteúdo
Mauro Horita/Folhapress
Corinthians já coloca em marcha as suas mudanças para a temporada de 2018

A próxima temporada já começou para o Corinthians. A diretoria aproveita a conquista do título nacional para focar em reforços e assegurar a manutenção de seus principais jogadores. Os dirigentes temem por um desmanche, algo corriqueiro em elencos que se destacam no ano, mas que não possuem boas condições financeiras para sobreviver. Apesar disso, o campeão brasileiro não deverá passar por grandes mudanças, a começar pela manutenção do seu treinador, Fábio Carille, que renovou contrato por dois anos antes mesmo da volta olímpica na 35.ª rodada.

Leia também
O Corinthians foi assaltado, desabafa Neto
Jogadores do Flamengo que brigaram selam a paz, mas podem ser punidos

Já há algumas certezas no Parque São Jorge. A primeira delas é que nenhum reforço de peso será contratado e que as mudanças no grupo não devem ser tão drásticas. A previsão da diretoria é contratar, no máximo, cinco jogadores e negociar ao menos três. Quem puxa a fila dos negociáveis é o lateral-esquerdo Guilherme Arana, que possui um acordo verbal com o Sevilla. Dirigentes do clube espanhol vieram ao Brasil recentemente e deixaram tudo aprontado. "Falamos de valores (não revelados) e eles aceitaram e ficaram de formalizar tudo em uma proposta oficial neste mês ainda. Estamos aguardando e não vamos truncar a vida de ninguém no time. Chegando a oferta ao Corinthians, devemos fechar o negócio", comentou o diretor de futebol corintiano, Flávio Adauto.

O volante Maycon é outro que não tem presença assegurada no Corinthians de 2018. "Há algumas conversas em andamento, mas eu não quis me envolver nelas porque o foco era o título do Brasileiro. Agora, com a taça nas mãos, vamos ver com calma o que é melhor para todo mundo", disse o atleta, sem revelar o nome dos clubes interessados em seu futebol.

Existem também especulações em cima do nome de Romero, Rodriguinho e do atacante Jô. Danilo tem contrato até dezembro e há boas chances de ele permanecer no elenco. "O que for possível fazer por ele, nós faremos", assegurou Flávio Adauto. O meia voltou a atuar recentemente, depois de se recuperar de lesão. Aos 38 anos, gostaria de se despedir em campo. "Estou me sentindo bem. Agora que aconteceu o título podemos conversar para tratar do ano que vem. Tem Libertadores, né? Quero jogar", disse Danilo. Neste domingo, o clube anunciou a renovação.

Fábio Carille também ajuda nas pendências, como o futuro do zagueiro Pablo. O jogador sempre teve a aprovação do treinador. Ocorre que a sua negociação emperrou. Pablo tem contrato de empréstimo somente até dezembro. Seu vínculo é com o Bordeaux. Os cartolas franceses pedem 3 milhões de euros, cerca de R$ 11 milhões pelo negócio. O Corinthians está otimista.

Cássio, Fagner e Camacho tiveram as suas respectivas renovações acertadas verbalmente. Eles devem assinar novos acordos em breve Já o paraguaio Balbuena espera o seu empresário chegar ao Brasil – ele vive na Argentina – para também prorrogar seu vínculo.

No mercado

A diretoria alvinegra vai ao mercado atrás de reforços pontuais. Fábio Carille já começou a avaliar atletas que pertencem ao clube e que poderiam voltar de empréstimo. Devem ser reaproveitados o goleiro Douglas, o volante Jean e o atacante Lucca. A ideia é achar no mercado quem está em fim de contrato.

Desta forma, o Corinthians tenta se acertar com Zé Rafael, do Bahia – deve colocar Mendoza, emprestado ao time baiano, e o lateral-esquerdo Moisés, que teve boa passagem pelo clube nordestino, como parte do negócio. Giovanni Augusto e Kazim podem entrar em transações.

A diretoria corintiana quer dois laterais, um de cada lado, um zagueiro, um meia e um atacante. Roger, do Botafogo, ainda interessa. O lateral-direito Nino Paraíba e o zagueiro Marllon, ambos da Ponte Preta, e o lateral-esquerdo Zeca permanecem na mira.

Loading...
Revisa el siguiente artículo