Santos cai diante do Bahia e se complica na briga pelo vice

Por Metro Jornal e Estadão Conteúdo
Derrota para o Bahia deixou o Santos mais longe do vice-líder Grêmio - Tiago Caldas /Fotoarena/Folhapress
Santos cai diante do Bahia e se complica na briga pelo vice

O Santos se complicou na briga pelo vice-campeonato do Brasileirão. O Peixe perdeu para o Bahia, por 3 a 1, nesta quinta-feira, na Arena Fonte Nova e permaneceu com 56 pontos, agora cinco atrás do Grêmio. Já o Tricolor Baiano, com 49 pontos, um atrás do sétimo colocado Flamengo, entrou na briga pela Libertadores.

Confira a classificação aqui

Desde a chegada do técnico Paulo César Carpegiani, o Bahia só cresce no Brasileirão. Em nove jogos, são seis vitórias – inclusive sobre o já campeão Corinthians – e apenas uma derrota. Em campo, o time mostra organização tática e mesmo saindo atrás no placar – Bruno Henrique marcou para o Santos, aos 16 minutos do primeiro tempo -, teve calma para obter o empate pouco tempo depois, aos 22, em uma cobrança de pênalti bem batida pelo atacante colombiano Mendoza.

Na segunda etapa, o Bahia foi letal nos contra-ataques. Deu trabalho para o goleiro Vanderlei e fez o gol da virada ao nove minutos com um gol contra do volante Alison, após rápida jogada de Mendoza e o meia Zé Rafael. O 2 a 1 a favor fez muito bem aos baianos e deixou o Santos perdido em campo. O técnico interino Elano mexeu no ataque, mas nada que funcionasse contra a sólida defesa baiana.

Para piorar a situação do Santos, faltava o gol do artilheiro do Bahia. Em grande fase, o centroavante Edigar Junio fez o seu 10 º gol em nove partidas ao bater com perfeição um pênalti, aos 33 minutos, no canto esquerdo de Vanderlei.

No final de semana, os dois times jogarão neste domingo pela 36 ª rodada. O Bahia jogará contra o Sport, às 17 horas (de Brasília), no estádio da Ilha do Retiro, no Recife. O Santos volta para casa e encara o Grêmio, às 19 horas, no estádio da Vila Belmiro, em Santos.

FICHA TÉCNICA

BAHIA 3 x 1 SANTOS

BAHIA – Jean; Eduardo (Éder), Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Juninho (Edson), Renê Junior, Zé Rafael e Allione (Régis); Mendoza e Edigar Junio. Técnico: Paulo César Carpegiani

SANTOS – Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz (Luiz Felipe) e Jean Mota; Alison, Renato (Yuri Alberto) e Lucas Lima; Bruno Henrique, Arthur Gomes (Vladimir Hernández) e Ricardo Oliveira. Técnico: Elano (interino).

GOLS – Bruno Henrique, aos 16, e Mendoza (pênalti), aos 22 minutos do primeiro tempo; Alison (contra), aos 9, e Edigar Junio (pênalti), aos 33 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Éder, Tiago e Renê Junior (Bahia); Lucas Lima e Jean Mota (Santos).

ÁRBITRO – Sandro Meira Ricci (Fifa/SC).

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 23.185 pagantes.

LOCAL – Arena Fonte Nova, em Salvador (BA).

Loading...
Revisa el siguiente artículo