Andrés Sanchez quer voltar a ser presidente do Corinthians e promete quitar dívida do Itaquerão

Por Estadão Conteúdo
Sanchez foi presidente do Corinthians de 2007 a 2011 - Mauro Horita/Agência Corinthians
Andrés Sanchez quer voltar a ser presidente do Corinthians e promete quitar dívida do Itaquerão

O ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez anunciou nesta quarta-feira que será candidato à presidência do Corinthians, em eleição que ocorrerá no dia 3 de fevereiro do ano que vem. A confirmação de que ele disputaria o pleito foi divulgada pelo Estado no dia 26 de outubro, mas o deputado federal (PT-SP) oficializou a decisão somente nesta quarta. Em sua primeira entrevista como candidato, Andrés prometeu pagar o Itaquerão rapidamente.

"Tem diretores da Odebrecht que são sócio do clube. Eu falo com eles e, estando fora da presidência é uma discussão, estando na presidência, será outra", garantiu Andrés. "Arena não é problema, Arena é solução. Rapidamente vamos acertar tudo", prometeu, em evento realizado no Parque São Jorge.

Andrés contou que não queria ser candidato inicialmente, mas decidiu atender ao pedido de seus aliados, da chapa Renovação e Transparência, que está no comando do clubes desde 2007. "Passamos por um momento difícil e temos de pensar na instituição em primeiro lugar. Relutei um pouco, mas aceitei o desafio. Pensava em não ser mais candidato. Algumas pessoas da diretoria entenderam que tinham de lançar outros candidatos e se eu não fosse candidato, talvez seria ainda pior a divisão (política)."

Presidente do Corinthians entre 2007 e 2011 e famoso por sua postura firme e polêmica, Andrés garante que não mudará seu estilo. "Você vão ver um cara como eu sempre fui: presente e lutando pelo bem do clube", contou. O atual vice-presidente do clube, André Luiz de Oliveira, o André Negão, esteve presente no evento e também discursou.

Roberto de Andrade, atual presidente, teve Andrés como um de seus principais cabos eleitorais para vencer a eleição passada. Neste ano, após tomar algumas atitudes consideradas equivocadas por seus aliados, se distanciou do antigo presidente, mas nos últimos meses houve uma reaproximação.

Quando foi presidente do Corinthians, Sanchez fez uma reformulação no clube. O dirigente ainda é um dos responsáveis pela construção do Itaquerão, obra envolvida em suspeitas de corrupção. Em campo, dentre outros feitos, contratou os astros Ronaldo Fenômeno e Roberto Carlos e também os técnicos Tite e Mano Menezes.

Com Andrés, o Corinthians tem neste momento cinco candidatos à presidência. Os outros são Romeu Tuma Júnior, Antônio Roque Citadini, Osmar Stábile e Felipe Ezabella. Stábile deve anunciar nos próximos dias a desistência do pleito e se juntará com Citadini.

Loading...
Revisa el siguiente artículo