Flamengo bate o Cruzeiro e se aproxima da vaga direta na Libertadores

Por Metro Jornal e Estadão Conteúdo
Éverton fez o primeiro do Flamengo - Gilvan de Souza / Flamengo
Flamengo bate o Cruzeiro e se aproxima da vaga direta na Libertadores

Repetindo o duelo da final da Copa do Brasil, desta vez, o Flamengo levou a melhor e venceu o Cruzeiro por 2 a 0, nesta quarta-feira, na Ilha do Urubu, no Rio. Com o resultado, o Mengão chegou a 50 pontos, quatro a menos que o quarto colocado Palmeiras, o último com vaga direta para a Libertadores. Já classificado para o torneio, o Cruzeiro vem um ponto à frente da equipe rubro-negra, na sexta posição do Campeonato Brasileiro.

Confira a classificação aqui

O Cruzeiro vinha de vitória magra, em Belo Horizonte, sobre o Atlético Paranaense. Mas jogou muito mal e se mostrou desinteressado, perdendo a quinta posição para o Botafogo, que bateu o Sport no Recife. Os dois times têm os mesmos 51 pontos, 14 vitórias e sete de saldo de gols. Mas os cariocas levam vantagem no número de gols marcados: 42 a 39.

Os dois times começaram o jogo com vários desfalques. Do lado do Flamengo, os principais foram o meia Diego, na seleção brasileira, e o atacante peruano Guerrero, suspenso por doping, além do zagueiro Réver, machucado. Do lado do Cruzeiro, a baixa maior é o artilheiro Arrascaeta, na seleção uruguaia. Rafael Marques ganhou outra chance no comando do ataque.

Em casa, o time carioca começou ameaçando. Aos três minutos, Lucas Paquetá chutou forte e Fábio fez grande defesa ao mandar a bola para escanteio. Diante de um adversário muito tímido e sem força ofensiva, o Flamengo ganhou as ações no meio de campo e manteve mais volume de jogo.

O gol, porém, saiu somente aos 36 minutos. Felipe Vizeu, que teve boa atuação, ajeitou a bola de cabeça, ao estilo pivô, e Éverton bateu de perna esquerda. A bola ainda tocou na trave e entrou. Não houve mais nada até o apito final.

Na volta do intervalo, o técnico Mano Menezes reconheceu a fragilidade de seu time. Colocou Rafael Sóbis no lugar de Rafael Marques e comentou: "Vamos tentar melhorar um pouquinho". O time mineiro não melhorou, mas ganhou espaço cedido pelo Flamengo, que recuou demais e passou a correr risco na defesa.

Mesmo assim, o goleiro Diego Alves não fez nenhuma grande defesa Foi quase um mero espectador. Só repôs algumas bolas. Aos 33 minutos, o Flamengo teve boa chance para ampliar. Éverton recebeu na frente da área e soltou a bomba no alto. Fábio saltou e mandou por cima do travessão.

Pela falta de vontade em buscar o empate, o Cruzeiro foi castigado nos acréscimos em um contra-ataque com o segundo gol. No campo defensivo, Éverton lançou Vinícius Junior em velocidade e pegou a defesa aberta. O garoto caminhou e finalizou na saída de Fábio, aos 48 minutos.

Neste domingo, os dois times voltam a campo pela 34.ª rodada. O Flamengo vai enfrentar o Palmeiras, às 17 horas, em São Paulo, enquanto que o Cruzeiro vai receber o Fluminense, outro clube carioca, a partir das 19 horas, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 2 x 0 CRUZEIRO

FLAMENGO – Diego Alves; Pará, Rhodolfo, Rafael Vaz e Renê; Willian Arão, Cuéllar, Éverton Ribeiro (Rodinei) e Lucas Paquetá (Vinícius Junior); Éverton e Felipe Vizeu. Técnico: Reinaldo Rueda.

CRUZEIRO – Fábio; Ezequiel, Manoel, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Romero, Robinho (Jonata) e Thiago Neves; Alisson (Élber) e Rafael Marques (Rafael Sóbis). Técnico: Mano Menezes.

GOLS – Éverton, aos 36 minutos do primeiro tempo; Vinícius Junior, aos 48 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Rhodolfo e Lucas Paquetá (Flamengo); Henrique, Manoel e Rafael Sóbis (Cruzeiro).

ÁRBITRO – Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA – R$ 209.100,00.

PÚBLICO – 5.910 pagantes (7.111 no total).

LOCAL – Estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro (RJ).

Loading...
Revisa el siguiente artículo