Na estreia com Tite, Danilo minimiza pressão por chance contra o Japão

Por Estadão Conteúdo
Danilo durante o treino da Seleção desta quarta-feira - Pedro Martins / MoWA Press
Na estreia com Tite, Danilo minimiza pressão por chance contra o Japão

Danilo voltou a ser chamado para atuar pela Seleção Brasileira, mas pela primeira vez quem chamou foi Tite. Lateral do Manchester City acostumado a grandes jogos e competições onde a pressão é enorme, como a Liga dos Campeões, o ex-santista diz que a oportunidade que deve receber contra o Japão não deve pesar demais.

O lateral esteve entre os titulares no time escolhido por Tite no penúltimo treino da seleção antes do jogo contra o Japão, às 10 horas de sexta-feira (horário de Brasília), em Lille. O treinador distribuiu coletes para Alisson; Danilo, Thiago Silva, Jemerson, Marcelo; Casemiro, Fernandinho, Giuliano, Willian; Gabriel Jesus e Neymar. Nessa equipe, há três novidades: Jemerson, zagueiro do Monaco, Giuliano, do Fenerbahçe, e o próprio Danilo.

Nos dois últimos amistosos de 2017, meio do caminho até a convocação final para a Copa do Mundo da Rússia, todos três terão uma oportunidade de ouro para mostrar serviço. Longe de sentir a pressão, Danilo se diz tranquilo para fazer o melhor na sexta.

"É importante ressaltar a oportunidade de estar aqui na seleção brasileira e tendo a oportunidade de jogar. Eu estive fora durante algum tempo e foi muito bacana acompanhar toda essa trajetória, mas também sempre trabalhando com o intuito de estar de volta. Estou super contente e super motivado", garantiu.

"De maneira nenhuma encaro como uma pressão. Eu vejo sempre falando isso ultimamente que o importante é conseguir aproveitar dos momentos, conseguir desfrutar, até porque as glórias não são só os títulos, são os momentos também."

Treinado por Josep Guardiola em uma das duas equipes mais badaladas da Europa neste momento, o Manchester City, Danilo evita comparações com o treinador brasileiro, com o qual começou a trabalhar nessa semana. "Sou muito grato ao Pep por ter me levado ao Manchester City e por tudo aquilo que ele tem feito por mim nesse começo de temporada. E sem dúvida tenho aprendido demais com ele", diz o lateral.

Mas, segundo ele, a comparação é "impossível". "É impossível comparar porque o trabalho de seleção e o trabalho de clube são completamente diferentes. Pelo tempo que se permanece juntos, pela quantidade de jogos que se tem. Eu só posso dizer que estou encantado de estar trabalhando com o Tite."

Para Danilo, o técnico brasileiro vem mostrando com seus resultados por que é tão respeitado. "É um treinador que cuida muito cada detalhe. Se você quer ganhar coisas importantes e conquistar grandes títulos, é importante cuidar bem de cada detalhe e não deixar nada ao azar ou à sorte", afirma o lateral. "O Tite está fazendo sem dúvida nenhuma um grande trabalho muito por conta disso: por não deixar de cuidar de cada detalhe dentro da seleção."

Loading...
Revisa el siguiente artículo