Após deixar a Fundação Casa, adolescente faz teste no SPFC

Por Carolina Santos
Adolescente ganhou oportunidade de fazer teste no seu time de coração | Reprodução Adolescente ganhou oportunidade de fazer teste no seu time de coração | Reprodução

A paixão pelo futebol e o desejo de se tornar um profissional do esporte fizeram com que Alexandre (nome fictício) tomasse uma atitude impensada, que lhe custou uma internação na Fundação Casa. Revoltado porque sua professora não o liberou para fazer um teste em um clube, o jovem de Monte Alto (SP) a ofendeu e, por isso, precisou cumprir medida socioeducativa, depois de ser condenado por injúria.

Apesar de, para maiores de 18 anos, a injúria ser punida muitas vezes com penas alternativas – como a prestação de serviços comunitários -, Alexandre passou três meses cumprindo medida socioeducativa, punição considerada excessiva até mesmo pela Secretaria de Educação paulista. Liberado da Fundação Casa, o jovem retornou à sua rotina e conseguiu até mesmo ter seu pedido de desculpas aceito pela professora. Junto aos estudos, o adolescente mantém vivo o sonho de se tornar um jogador profissional.

A convite da Band, o adolescente viajou horas de sua cidade até São Paulo para realizar um teste que poderia abrir as portas para a realização do seu sonho. São-paulino, o jovem não sabia, porém, que seria avaliado nas categorias de base do seu clube de coração, na última “peneira” feita pelo Tricolor no ano.

Veja, no vídeo, o desempenho de Alexandre na seleção de jogadores feita pelo São Paulo:

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo