Muricy quer que Ceni adie aposentadoria; goleiro não dá pistas sobre futuro

Por Carolina Santos

Muricy Ramalho conseguiu enxergar um ponto positivo na eliminação do São Paulo da Copa Sul-Americana, nos pênaltis, contra o Nacional de Medellín. Para o treinador, a derrota pode pesar contra a prevista aposentadoria de Rogério Ceni no final da temporada. O técnico ainda revelou uma mensagem especial ao goleiro e capitão tricolor.

“Os ruins querem se juntar com os ruins. Os bons com os bons. E não é nem bom de jogador, de ser bom, é de caráter. Se acontecer de o Rogério ficar, será excelente porque é o melhor jogador da história do São Paulo. Além de ser melhor, é líder, quer ganhar, quer o melhor. Ele e o clube têm de definir, já conversamos, dei minha opinião, agora é com ele”, despistou Muricy, antes de deixar clara sua opinião.

“Pessoas diferentes como ele não gostam de sair por baixo. Às vezes [a eliminação], pode mudar o pensamento para o lado positivo, não negativo. Os caras querem sair ganhando, por isso acho que pode mudar bastante, para o lado bom.”

Último a deixar o gramado do Morumbi após o jogo, Ceni teve um rápido contato com os jornalistas, mas não deu nenhuma pista sobre o seu futuro.

Se mantiver a decisão de pendurar as chuteiras no final do ano, o goleiro e capitão terá mais duas partidas como profissional, ambas pelo Brasileirão, sendo que o confronto de domingo, contra o Figueirense, será o último jogo no Morumbi, que foi sua casa por 24 anos. A despedida aconteceria no dia 7 de dezembro, contra o Sport, na Arena Pernambuco, em Recife.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo