Em nota, Pelé diz que seu estado de saúde "não é nada sério"

Por Tercio Braga
Pelé retornou ao hospital após a cirurgia para a retirada de cálculos renais, no último dia 13 | Marco Ambrosio/Folhapress Pelé deu entrada no local na última segunda-feira, por conta de uma infecção urinária| Marco Ambrosio/Folhapress

Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, utilizou as redes sociais para mandar um recado aos seus fãs. Internado no Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, o Rei do Futebol postou mensagem em inglês para dizer que seu estado “não é nada sério” e explicar que foi transferido para um quarto especial por questão de “privacidade”.

De acordo com o último boletim divulgado pelo hospital, às 20h, Pelé apresentou “melhora de sua condição clínica e seguirá sob cuidados na unidade de terapia intensiva”.

O relatório anterior, das 13h, havia informado que, por conta de uma “instabilidade clínica”, o ex-jogador teve de ser transferido para uma unidade de cuidados especiais.

Na nota, Pelé explica que a mudança de quarto ocorreu para que ele consiga continuar o tratamento e se “recuperar em paz”.

O Rei do Futebol deu entrada no local na última segunda-feira, por conta de uma infecção urinária.

Confira a nota completa de Pelé traduzida:

Quero dizer a todos que estou bem. Não fui colocado em tratamento intensivo hoje, eu simplesmente fui transferido para um quarto especial do hospital por questões de privacidade. Embora aprecie todos que vieram me visitar, eu realmente preciso continuar meu tratamento e me recuperar em paz.

Sou abençoado por receber o amor e apoio de você, e agradeço a Deus que isso não é nada sério. Estou ansioso para passar as festas de fim com minha família e recomeçar o ano novo com a saúde renovada e muitas viagens internacionais já planejadas!

Muito obrigado,

Edson Arantes do Nascimento

Boletim médico aponta melhora no estado de Pelé

O último boletim divulgado pelo Hospital Israelita Albert Einstein no início da noite desta quarta-feira aponta melhora no quadro clínico de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé. O Rei do Futebol deu entrada no local na última segunda-feira, por conta de uma infecção urinária.

De acordo com o centro clínico, Pelé seguirá sob cuidados na unidade de terapia intensiva. O relatório acrescenta que o Rei do Futebol recebe um tratamento de suporte renal sem a necessidade de outras terapias de suporte.

O relatório anterior, divulgado às 13h desta quinta-feira, havia dito que, por conta de uma “instabilidade clínica”, o ex-jogador teve de ser transferido para uma unidade de cuidados especiais.

Confira o boletim médico de Pelé:

São Paulo, 27 de novembro de 2014, 20h

O paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) apresenta melhora de sua condição clínica e seguirá sob cuidados na unidade de terapia intensiva. Agora está temporariamente em tratamento de suporte renal, sem necessidade de outras terapias de suporte.

O Hospital fornecerá boletim assim que houver nova informação.

Médicos Responsáveis:

Dr. Fabio Nasri

Dr. Marcelo Costa Batista

Diretor Superintendente do Hospital:

Dr. Miguel Cendoroglo Neto

Universidade adia entrega de título a Pelé

Pelé se formou em Educação Física em 1974 / Divulgação/Unimes Pelé se formou em Educação Física em 1974 / Divulgação/Unimes

Os problemas de saúde de Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, fizeram com que uma universidade de Santos adiasse a homenagem ao Rei do Futebol que estava prevista o dia 1º de dezembro. Na última segunda-feira, o ex-jogador deu entrada no do Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, com infecção urinária.

A Universidade Metropolitana de Santos (Unimes) cancelou a cerimônia que entregaria a Pelé o título Honoris Causa, marcada para o Teatro Coliseu, na cidade litorânea. O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, já havia confirmado presença no evento.

De acordo com a reitora da universidade, Renata Viegas, no momento o principal é que o estado de saúde de Pelé melhore.

“O mais importante agora é que ele esteja bem, se recupere”, afirmou a reitora. “Ficamos felizes com a receptividade do Edson ao título, que ficou extremamente lisonjeado pelo reconhecimento a ele outorgado no âmbito acadêmico. Muitos foram os títulos e honrarias a ele em sua carreira, mas nenhum tão significativo quanto a Educação”, comentou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo