Caniggia "falsificado" gera polêmica em amistoso de masters na Arena das Dunas

Por Tercio Braga
Daniel Cordone foi o escolhido para substituir Caniggia em jogo polêmico / Divulgação Daniel Cordone foi o escolhido para substituir Caniggia em jogo polêmico / Divulgação

Um mal-entendido marcou o desafio de Masters entre Brasil e Argentina, neste domingo, na Arena das Dunas. O ex-atacante argentina Cláudio Caniggia acabou não comparecendo, mas foi “substituído” por um sósia.

O jogador em questão é Daniel Cordone, que teve passagens por Vélez, Racing, San Lorenzo e Newcastle. Previamente relacionado para a partida, o ex-jogador acabou escalado no lugar de Caniggia, com o mesmo número. No entanto, a organização declara que não foi informada da mudança pelo comando técnico da Argentina.

“A mudança não foi informada para a organização, nem para a assessoria para que fosse repassada para imprensa e público presente na Arena das Dunas, permanecendo, assim, a relação passada anteriormente. Daniel Cordone estava relacionado para o desafio desde o começo, tem alguns detalhes parecidos com Claudio Caniggia, como a forma de se vestir, mas em nenhum momento confirmamos ser o mesmo”, disse André Luiz de Paula Moreira da Silva, diretor da Agência Fênix Sports, que organizou o evento.

Além de Caniggia, outros jogadores anunciados pela empresa não participaram da partida, como Ariel Ortega, Emerson Sheik, Dodô, Donizete Pantera, Júnior Baiano e Roberto Sensini. A Fênix Sports deverá ser notificada pelo Procon de Natal para prestar explicações sobre o ocorrido.

Com bola rolando, Brasil e Argentina ficaram no empate por 3 a 3. Beto, Petkovic e Souza marcaram os gols da equipe brasileira, enquanto Ruggeri e Fuertes (duas vezes) balançaram as redes pelo lado rival.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo