Federer vence, e Suíça é campeã da Copa Davis

Por fabiosaraiva

Com 3 a 0, Federer bateu Gasquet pela 13ª vez na carreira | Reuters Com 3 a 0, Federer bateu Gasquet pela 13ª vez na carreira | Reuters
O tenista Roger Federer não encontrou dificuldades diante do francês Richard Gasquet e garantiu, neste domingo (23), na cidade de Lille, o primeiro título da Suíça na história da Copa Davis.

Para conquistar o feito, o vice-líder do ranking da ATP derrotou o número 26 do mundo por 3 sets a 0, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/2, no piso de saibro do estádio Pierre Mauroy, após 1 hora e 52 minutos.

A princípio, Federer enfrentaria Jo-Wilfried Tsonga na quarta partida da série melhor de cinco. No entanto, os anfitriões anunciaram a mudança de última hora e escalaram Gasquet para o confronto.

Com retrospecto favorável diante do adversário e invicto contra ele desde 2011, o suíço conquistou 5 quebras de serviço das 16 que teve a seu favor e não viu seu saque ser ameaçado nenhuma vez, anotando 64 bolas vencedoras, enquanto Gasquet contabilizou 34 winners.

Assim, a seleção da suíça alcança a terceira vitória na decisão. No primeiro jogo, Stan Wawrinka havia batido Tsonga, voltando a vencer nas duplas ao lado de Federer um dia depois, no sábado. No segundo embate, porém, Federer, recuperando-se de lesão nas costas, havia perdido para Gael Monfils.

Agora, a Suíça supera a campanha de 1992, quando ficou com o vice-campeonato diante dos Estados Unidos, e torna-se o 15º país da história a conquistar o título da Copa Davis. De quebra, o resultado positivo impediu que os franceses faturassem a décima taça da competição.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo