Djokovic atropela Wawrinka e encaminha vaga no ATP Finals

Por Tercio Braga
Dojokovic bateu o suíço por 2 sets a 0 com direito a pneu, parciais de 6/3 e 6/0 | Jordan Mansfield/Getty Images Dojokovic bateu o suíço por 2 sets a 0 com direito a pneu, parciais de 6/3 e 6/0 | Jordan Mansfield/Getty Images

Com mais uma grande atuação, Novak Djokovic derrotou Stan Wawrinka na segunda rodada do Grupo A do ATP Finals e ficou perto de uma vaga nas semifinais. Nesta quarta-feira, o número 1 do mundo bateu o suíço por 2 sets a 0 com direito a pneu, parciais de 6/3 e 6/0.

Wawrinka começou quebrando o saque de Djoko e abriu 2 a 0 no primeiro set. Porém, o sérvio rapidamente tomou o controle da partida e venceu cinco games seguidos. Wawrinka diminuiu a vantagem, mas Djoko fechou o set na sequência.

Já na segunda parcial, o sérvio passeou em quadra, conseguiu três quebras de saque e fechou facilmente em 6/0. Foi o 16º triunfo dele sobre o suíço em 19 jogos.

Com o resultado, Djoko fica a uma vitória de garantir a liderança do ranking mundial no fim da temporada. Ele encara o tcheco Tomas Berdych na última rodada e precisa vencer apenas um set para avançar à semifinal.

Já Wawrinka busca uma vaga contra Marin Cilic, praticamente eliminado com duas derrotas nos dois primeiros jogos.

Soares e Peya encaram irmãos Bryan por vaga

O brasileiro Bruno Soares e o austríaco Alexander Peya foram derrotados na segunda rodada do Grupo A do ATP Finals e agora vão decidir a vaga nas semifinais contra os irmãos norte-americanos Bob e Mike Bryan, líderes do ranking mundial.

Nesta quarta-feira, Soares e Peya caíram diante do polonês Lukasz Kubot e do sueco Robert Lindstedt por 2 sets a 1, parciais de 6/4, 3/6 e 10 a 6 no super tie-break. Com a vitória, os europeus já garantiram vaga antecipada nas semifinais e lideram a chave com dois triunfos em dois jogos.

Na última rodada da chave, Soares e Peya fazem duelo direto contra os irmãos Bryan. As duas duplas possuem uma vitória no torneio e quem levar a melhor na próxima sexta-feira sairá classificado.

O retrospecto do confronto é amplamente favorável aos norte-americanos. Em oito confrontos, eles venceram sete. O único triunfo de Soares e Peya aconteceu na decisão do ATP 500 de Valência no ano passado.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo