Polícia indicia quinto gremista por caso Aranha

O goleiro Aranha foi xingado muitas vezes pelos torcedores tricolores | Pedro H. Tesch/Brazil Photo Press/Folhapress Aranha aponta para os câmeras filmarem os racistas | Pedro H. Tesch/Brazil Photo Press/Folhapress

Lucas Fernandes, torcedor do Grêmio, foi denunciado pelo Ministério Público do Rio Grande do Sul nesta quinta-feira no caso de racismo contra o goleiro Aranha, do Santos, na partida entre o Tricolor gaúcho e o time paulista pela Copa do Brasil, no dia 28 de agosto.

Este é o quinto torcedor gremista indiciado por atos de injúria racial. Ele foi flagrado por câmeras de TV gritando ofensas contra o jogador santista.

Além de Lucas, também constam Patrícia Moreira, que foi flagrada pelas câmeras enquanto insultava o goleiro Aranha, Éder Braga, Fernando Ascal e Rodrigo Rychter. Todos também foram denunciados pelo MP através da Promotoria do Torcedor.

Todos os indiciados não podem comparecer aos jogos do Grêmio.

O MP solicitou que a Policia Civil continue as investigações para identificar e localizar outras pessoas envolvidas no episódio que causou a exclusão do Grêmio da Copa do Brasil.

Se condenados, os torcedores podem pegar de um a três anos de prisão, além de multa.

Loading...
Revisa el siguiente artículo