Cruzeiro abre vantagem sobre o Santos na Copa do Brasil

Por fabiosaraiva
Willian, autor do gol que garantiu a vitória do Cruzeiro nesta quarta-feira, disputa bola | Luiz Costa/Hoje me Dia/Folhapress Willian, autor do gol que garantiu a vitória do Cruzeiro nesta quarta-feira, disputa bola | Luiz Costa/Hoje me Dia/Folhapress

O Cruzeiro confirmou o favoritismo e abriu vantagem na semifinal da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (29), no Mineirão, a equipe Celeste derrotou o Santos por 1 a 0 vai jogar por um empate na próxima semana, na Vila Belmiro. Willian foi o autor do gol solitário que garantiu a vantagem ao líder do Campeonato Brasileiro.

O time da casa começou dominando as ações e abriu o placar logo aos 10 minutos. Willian arriscou de fora da área, mas pegou mal. David Braz tirou errado e a bola voltou nos pés do próprio atacante, que desta vez bateu colocado de canhota e não deu chances ao goleiro Aranha.

A blitz mineira continuou aos 18 minutos. Após boa troca de passes, Willian cruzou forte e por pouco Júlio Baptista não aproveitou na segunda trave.

Sem conseguir criar, o Santos teve a primeira e única chance de gol do primeiro tempo aos 34 minutos. Em cobrança de falta, Lucas Lima acertou a barreira e os jogadores pediram toque no braço de Júlio Baptista, ignorado pela arbitragem.

Na volta do intervalo, logo aos 5 minutos, o Peixe teve ótima chance para deixar tudo igual. Gabriel cruzou da esquerda e Lucas Lima, sem marcação, pegou de primeira e mandou por cima da meta de Fábio.

A resposta Celeste veio aos 7 minutos. Após chute de Júlio Baptista e rebote de Aranha, Ricardo Goulart marcou o segundo, mas o assistente assinalou impedimento de forma equivocada no início da jogada, prejudicando o time mineiro.

Aos 10, o Santos voltou a assustar com Robinho, que perdeu uma chance clara. Após cruzamento da direita, Fábio e Dedé se atrapalharam o camisa 7 só não marcou porque o chute desviou na defesa.

Aos poucos o Cruzeiro foi diminuindo o ritmo, mas o Santos não conseguiu aproveitar. Aos 30, Alisson teve a última grande oportunidade para empatar. Após sobra na grande área, ele dominou sozinho, teve tempo para chutar, mas mandou sobre o travessão.

Aos 46, o Santos ainda escapou de levar mais um. Após cruzamento de Mayke, Dagoberto concluiu bem, mas o desvio em Cicinho evitou o segundo gol mineiro.

As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira (5), na Vila Belmiro. Um empate classifica o Cruzeiro à decisão, já o time paulista precisa de uma vitória por 2 gols de diferença para ficar com a vaga.

Loading...
Revisa el siguiente artículo