Bombeiros dão aval para estreia do novo estádio do Palmeiras

Por Tercio Braga
Allianz Parque está 97% concluído | Thiago Fatichi/Divulgação Allianz Parque está 97% concluído | Thiago Fatichi/Divulgação

O Palmeiras deu um passo importante para fazer a estreia oficial do Allianz Parque no dia 8 de novembro, contra o Atlético-MG, pelo Campeonato Brasileiro. O Corpo de Bombeiros liberou o estádio para receber a capacidade máxima de 43 mil pessoas. Resta, ainda, o Habite-se, que deve ser concedido pela Prefeitura nos próximos dias.

O prazo para o Palmeiras definir se a partida será no Allianz Parque ou não vence nesta quarta-feira. O impasse acontece por divergências de opinião entre o alviverde e a WTorre, construtora e responsável pelo estádio. Com apenas dois eventos-testes realizados na arena, a WTorre e a AEG, gestora do Allianz Parque, recomendam que o duelo contra o Galo seja feito com apenas 30 mil pessoas. Acontece que o Palmeiras quer usar a capacidade máxima de 43 mil torcedores.

E a resposta do Verdão tem de sair nesta quarta. Isso porque, pelo Estatuto do Torcedor, o clube precisa dizer onde vai mandar o jogo com, no máximo, dez dias antes da partida.

Ainda sem ter a decisão, o clube alviverde já tomou as medidas padrões para enfrentar o time mineiro no Pacaembu, onde tem mandado seus jogos desde o início do ano. No site da CBF, inclusive, o estádio municipal segue como local do confronto.

Boas notícias

A delegação do Palmeiras voltou aos trabalhos na manhã de terça e com novidades. No primeiro treinamento da semana – o grupo ganhou folga de dois dias depois do empate no clássico contra o Corinthians, no sábado –, o técnico Dorival Júnior ganhou dois reforços. Liberados pelo departamento médico, Wellington e Allione voltaram a trabalhar com bola na Academia de Futebol.

Ademir da Guia marca o primeiro gol da nova arena

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo