Auxiliar-técnico Sylvinho ganha moral e deve montar o Corinthians para 2015

Por lyafichmann
Sylvinho foi lateral-esquerdo do Timão nos anos 90 | Rodrigo Gazzanel/Futura Press Sylvinho foi lateral-esquerdo do Timão nos anos 90 | Rodrigo Gazzanel/Futura Press

O nome do auxiliar-técnico Sylvinho vem ganhando força para ser o possível técnico interino do Corinthians no início de 2015. O presidente Mário Gobbi anunciou recentemente que o contrato de Mano Menezes não deverá ser renovado – o compromisso vai até 31 de dezembro – por conta das eleições presidenciais do Timão, que acontecem em fevereiro.

E, caso Sylvinho seja confirmado, ele deverá ter pela frente o início da montagem do time para competições importantes, como a Taça Libertadores. Hoje, o Corinthians está na zona de classificação para o torneio.

“Isso pode acontecer. Ainda mais se for o Sylvinho, que tem uma história bonita no futebol e é um ídolo daqui. O futebol é feito de oportunidades, o futebol é resultado. São vários os casos de interinos que pegam e veem as coisas darem certo. Aí, ele emplaca como treinador”, afirmou o meia Danilo, autor do gol de empate no clássico com o Palmeiras, sábado, pelo Campeonato Brasileiro.

Processo à vista

O Corinthians estuda processar Tiago Aurélio dos Santos Ferreira, da torcida organizada Pavilhão 9. Ele foi identificado em briga durante a partida contra o São Paulo, no Itaquerão, em 21 de setembro. A confusão entre membros da Pavilhão 9 e da Camisa 12, outra uniformizada do Timão, rendeu multa de R$ 50 mil ao clube além de perda de um mando de campo.

O Corinthians quer o ressarcimento do prejuízo causado pelo torcedor. A informação é do jornal “O Estado de S. Paulo”.

Ferreira foi um dos 12 alvinegros presos em Oruro, na Bolívia, no ano passado, acusado da morte do torcedor Kevin Espada. Ele esteve também envolvido na invasão ao CT Joaquim Grava, em fevereiro deste ano – e foi preso.


Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo