Criticado por parte da torcida, Enderson pede calma aos santistas

Por lyafichmann
Enderson Moreira durante a partida contra o Fluminense |  Miguel Schincariol/Folhapress Técnico foi xingado após derrota na Vila | Miguel Schincariol/Folhapress

O técnico Enderson Moreira foi alvo de gritos de “burro” após a derrota do Santos por 1 a 0 para o Fluminense, quarta-feira, na Vila Belmiro. Os xingamentos foram motivados com as duas últimas substituições feitas pelo treinador – saídas de Gabriel e Rildo para entradas de Leandro Damião e Souza – ao final da partida. O comandante assumiu responsabilidade pelo tropeço e minimizou a insatisfação da torcida.

“Infelizmente, no Brasil, isso é normal. Quando ganha, é maravilhoso e, quando perde a culpa é do técnico. O torcedor tem de entender que nós temos algumas ideias, mas, às vezes, temos de mexer por lesões. Foram 14 jogos sempre às quartas, quintas, sábados ou domingos. Quando o time perde, sou o culpado. Futebol é assim”, disse o treinador.

Apesar dessa “crise” no relacionamento com a torcida santista, Enderson descarta creditar a ela o rótulo de exigente demais. “De maneira nenhuma. Torcedor quer ganhar sempre, e às vezes a vaia acaba tirando um ou outro atleta do controle. Temos que estar preparados para enfrentar esse tipo de situação na carreira”, disse.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo