"O título está difícil", reconhece Rogério Ceni após empate

Rogério Ceni afirmou que o São Paulo não saiu com a vitória por detalhes | Sirli Freitas/Ag. RBS/Folhapress Rogério Ceni afirmou que o São Paulo não saiu com a vitória por detalhes | Sirli Freitas/Ag. RBS/Folhapress

O goleiro Rogério Ceni lamentou o empate do São Paulo diante da Chapecoense por 0 a 0, nesta quarta-feira, na Arena Condá, em Chapecó. Para o camisa 1 tricolor, alguns detalhes fizeram com que o clube do Morumbi não saísse de campo com o resultado positivo.

O ídolo são-paulino também admitiu que o título brasileiro ficou difícil.

“Hoje (segunda-feira) não vencemos por detalhes. Jogamos o segundo tempo muito melhor que o primeiro, e parece que criamos mais oportunidades de gol com dez em campo. Tivemos a chance com o Alan Kardec no final do jogo, uma pena que a bola não entrou. Fizemos um ponto que, para Libertadores, é relativamente importante. Já o título vai ficando cada vez mais longe”, reconheceu.

Rogério, que vive a expectativa de se tornar o jogador com mais vitórias em um mesmo clube em toda história, falou sobre o seu último ano no futebol.

“Eu sempre falo que tento jogar a última partida como se fosse a primeira. Tento não desacelerar antes do tempo, porque, aos 41 anos, se eu parar um pouco, não vou render no nível dos melhores goleiros do campeonato. Por isso preciso sempre estar treinando. Tenho de viver o presente a cada dia”, concluiu.

O São Paulo volta a campo na próxima segunda-feira, às 20h30, quando enfrenta o Goiás, no estádio do Morumbi.

Loading...
Revisa el siguiente artículo