Chapada Diamantina mostra sua beleza - e brutalidade - aos ciclistas

Por Carolina Santos

logo brasil ride

Reviravolta na classificação geral da ultramaratona de MTB Brasil Ride 2014: a dupla luso-germânica Luís Leão Pinto/Mathias Lesling, que liderava a competição, abandonou a 4ª etapa após uma queda do ciclista alemão. Com isso, o português Tiago Ferreira e seu parceiro, o grego Periklis Ilias são os novos líderes da competição.

“Vou vestir a camisa de líder devido a queda de um amigo. Preferia chegar a líder em uma situação diferente. Já que sou líder agora, vou tentar segurá-la até o final,  que é o mais importante para nós”, disse Tiago Ferreira.

Nessa etapa, o calor fez com que os ciclistas sofressem, mas a paisagem compensou. “É a etapa com o visual mais bonito da competição”, afirmou o diretor de prova Rafael Campos. O trecho, com largada em Rio de Contas, teve aproximadamente 85km, é privilegiado pelas suas belezas naturais, com montanhas que chegam a 1.600 metros de altitude, com vegetação exuberante e fica nos arredores do Pico do Barbado, o ponto mais alto do nordeste com 2.033 metros de altitude.

Leia também:

• Atletas superam altas temperaturas na etapa mais dura da Brasil Ride 2014
• Ultramaratona de mountain bike desbrava 600 km de trilhas na Bahia
Espanhol vence etapa em formato olímpico na ultramaratona Brasil Ride 2014

Com toda essa dificuldade, é importante que as duplas façam um trabalho de equipe perfeito. Uma das equipes brasileiras de destaque – Caloi Elite – aprovita o entrosamento para manter bons resultados.

“A sintonia na parceria é o que faz a diferença dentro de uma semana de competição, na constância, em evitar problemas”, disse o brasileiro Henrique Avancini. “Conversei com o Sherman Trezza para administrarmos o limite, para ter alguma coisa ainda para os próximos dias,” disse. A dupla está em segundo lugar na categoria Open e mantém a camisa de líder das “Américas”.

“Trabalho em equipe é tudo numa corrida por etapa como a Brasil Ride. O mais importante é respeitar um ao outro. Nós temos que falar durante a corrida e quando um sente-se mal, nós temos um sinal (mostrando o sinal de tesoura com os dedos). Isso significa que precisamos do nosso próprio tempo”, descreveu Hans Becking, da equipe Superior-Brentjens Mountain Bike Racing, que compete ao lado de Jiri Novak, que tem como mentor o 1º campeão olímpico Bart Brentjens.
Nesta quinta-feira (23), a Ultramaratona de MTB segue com mais uma etapa longa, com 93,58km de percurso e 2.228m de elevação acumulada, com largada e chegada em Rio de Contas.

Resultados completos no site: www.brasilride.com

Classificação após a 4ª Etapa

Tiago Ferreira/Periklis ilias (Portugal/Grécia) Protek Team: 13h14m07s

Henrique da Silva Avancini/Sherman Trezza de Paiva (Brasil/Brasil) Caloi Elite Team: 13h21m52s

Hans Becking/Jiri Novak (Holanda/República Tcheca) Superior-Brentjens Mountain Bike Racing Team: 13h33m30s

Largada da 4ª etapa da ultramaratona de MTB Brasil Ride em Rio de Contas | Fábio Piva/ Brasil Ride Largada da 4ª etapa da ultramaratona de MTB Brasil Ride em Rio de Contas | Fábio Piva/ Brasil Ride
O português Tiago Ferreira e seu parceiro, o campeão mundial de XCM (2012), o grego Periklis Ilias | Fábio Piva/ Brasil Ride O brasileiro Mateus Ferraz e a alemã Ivonne Kraft: trabalho em equipe garante a liderança | Fábio Piva/ Brasil Ride
O português Tiago Ferreira e seu parceiro, o campeão mundial de XCM (2012), o grego Periklis Ilias | Fábio Piva/ Brasil Ride O português Tiago Ferreira e seu parceiro, o campeão mundial de XCM (2012), o grego Periklis Ilias | Fábio Piva/ Brasil Ride

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo