Espanhol vence etapa em formato olímpico na ultramaratona Brasil Ride 2014

Por fabiosaraiva

logo brasil rideO terceiro dia da Brasil Ride 2014 – Ultramaratona de Mountain Bike – que aconteceu na terça-feira (21) na cidade de Rio de Contas (BA), ficou marcada por muita adrenalina, força e um show de habilidade dos melhores ciclistas do mundo em ação na Chapada Diamantina.

O espanhol Sérgio Mantecón, da equipe Trek Factory Racing, parceiro do brasileiro Ricardo Pscheidt na competição, foi o grande vencedor individual da etapa após um super duelo com o brasileiro Henrique Avancini. Ambos são cotados como promessas de medalha para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

 

Leia também:

• Atletas superam altas temperaturas na etapa mais dura da Brasil Ride 2014
• Ultramaratona de mountain bike desbrava 600 km de trilhas na Bahia

 

“É uma oportunidade de competir com atletas renomados em nosso país. Estamos em pleno ciclo olímpico e absorver técnicas, táticas e vivência de competição ao lado de atletas de alto nível,” afirmou Henrique Avancini, ciclista da Caloi, que conquistou a segunda colocação na etapa e se mantém ao lado de Sherman Trezza de Paiva, como a melhor equipe brasileira na competição.

A modalidade olímpica é uma das etapas clássicas da Brasil Ride desde 2012, consolidando um compromisso de capacitar os atletas de alto rendimento. Disputada num circuito com 6,9 km de distância e subidas acumuladas de 1.205 metros de altimetria, foram cinco voltas eletrizantes, com destaque para a passagem pela capela da Diocese de Livramento da Conquista, com direito ao tradicional benção do padre no topo da colina. A novidade foi a criação de uma trilha alternativa para os menos habilidosos que tiveram que contornar a montanha para evitar o downhill super técnico.

“Na verdade foi um trajeto de puro mountain bike, duro, muito técnico e onde realmente se pode fazer a diferença”, disse Mantecón.

Entre as mulheres, a vitória ficou com Ally Stacher, da equipe Specialized, parceira de Rebecca Rusch. Nina Baum e Sonya Looney, ambas do time Notubes/Ergon, completaram o pódio com o segundo e terceiro lugares, respectivamente.

A melhor brasileira foi Isabella Lacerda, atual campeã brasileira de mountain bike cross country que participa pela 1ª vez na Brasil Ride: “Esta é a minha modalidade, então acabei conseguindo andar melhor. A etapa de segunda-feira (de Maratona) foi dura mas hoje consegui andar muito bem. Aqui é muito técnico, então acaba sendo uma preparação muito boa para os Jogos Olímpicos porque o nível técnico aqui é bem parecido com o que se tem no Mundial e na Copa do Mundo. Estou curtindo bastante o Brasil Ride, apesar de estar sendo bastante sofrido. Vai valer a pena esses pontos e no final vai ser de grande importância,” relata Lacerda.

A competição Brasil Ride 2014 oferece aos atletas a oportunidade de conquistar 80 pontos no ranking internacional da UCI (União Ciclística Internacional), como acontece desde 2013, favorecendo os atletas nacionais a obterem em “casa” a pontuação necessária para conquista de vagas por nação nos Jogos Rio 2016.

 

Classificação após a 3ª etapa

1) Luis Leao Pinto/ Matthias Leisling (8:51:13) Rei Leao (Portugal/Espanha)

Etapa 1 – 0:56:14

Etapa 2 – 6:22:23

Etapa 3 – 1:32: 36

 

2) Tiago Ferreira/Periklis ilias (9:09:16) Protek Team (Portugal/Grécia)

Etapa 1 – 0:55:58

 

3) Henrique da Silva Avancini/Sherman Trezza de Paiva (9:09:41) Caloi Elite Team (Brasil/Brasil)

Etapa 1 – 0:53:18

Etapa 2: 6:41:36

Etapa 3: 1:34:48

 

Sérgio Mantecón passa pela capela e recebe a benção do padre | Fábio Piva/Brasil Ride Sérgio Mantecón passa pela capela e recebe a benção do padre | Fábio Piva/Brasil Ride
Henrique Avancini (esq.) e Sérgio Mantecón | Fábio Piva/Brasil Ride Henrique Avancini (esq.) e Sérgio Mantecón | Fábio Piva/Brasil Ride
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo