Corinthians bate o Vitória e volta ao G4; veja outros resultados

Por Tercio Braga
Fabio Santos comemora o primeiro gol do Corinthians | Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians Fabio Santos comemora o primeiro gol do Corinthians | Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Jogando na Arena Pantanal por conta de uma punição, o Corinthians recebeu o Vitória em jogo muito importante para suas pretensões no Campeonato Brasileiro. Com retrospecto ruim contra as equipes da parte debaixo da tabela, o Timão conseguiu vencer por 2 a 1 e voltou para o G-4.

O Corinthians começou bem a partida e pressionando o Vitória. Ainda no primeiro minuto o paraguaio Romero quase marcou após cruzamento de Renato Augusto. O gol veio aos 18 minutos com o Fabio Santos. Depois da bola esbarrar na zaga baiana o lateral pegou de primeira e marcou um golaço.

O Vitória tinha mais posse de bola, mas não levava perigo algum ao gol do Corinthians, que criava as melhores oportunidades.

Assim como o primeiro tempo terminou, o segundo começou: bastante disputado. Nenhuma das equipes conseguiu assustar o gol adversário até os 20 minutos, quando Anderson Martins cabeceou a bola na trave após cobrança de escanteio de Jadson.

Aos 35 minutos Luciano voltou a mostrar sua fama de talismã. Ele saiu da banco para marcar o segundo gol, que saiu após linda jogada coletiva. Malcom deu passe de calcanhar para Fabio Santos, que achou Renato Augusto dentro da área, com apenas um toque ele desarmou toda zaga do Vitória e achou o atacante, que cortou mais um e finalizou.

O Vitória não chegava ao gol de Walter, mas conseguiu marcar em uma bela cobrança de falta de Edno, aos 38 minutos. O gol deu esperanças ao time baiano, que tentou, mas não conseguiu chegar ao empate.

Com o resultado, o Corinthians pula para o terceiro lugar com 52 pontos. Com 31 pontos, o Vitória vai terminar a rodada na zona de rebaixamento.

Fora de casa, Atlético-PR derrota o Criciúma

O bom momento do Atlético-PR continua. Nesta quarta-feira, no estádio Heriberto Hülse, o clube paranaense derrotou o Criciúma por 1 a 0, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, e chegou a sua terceira vitória consecutiva. O único gol do jogo foi anotado por Cléo, na etapa final.

Com este resultado, o Furacão sobe para a nona colocação, com 40 pontos conquistados, enquanto o Tigre continua em 19º, com 30.

O Atlético-PR volta a campo neste sábado, às 16h20, quando enfrenta o Fluminense, no estádio do Maracanã. Já o Criciúma no mesmo dia, às 18h30, no Barradão.

Flamengo vence e tira o Inter do G-4

Com dois gols de Gabriel, o Flamengo venceu o Inter por 2 a 0, no Maracanã, e tirou a equipe gaúcha da zona de classificação para a Libertadores. Com a vitória, o Rubronegro abriu nove de vantagem para a zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Flamengo parte com moral para o clássico contra o Botafogo, no Maracanã, enquanto o Inter recebe o Bahia no Beira-Rio. Os dois jogos acontecem no sábado.

 

Coritiba vence Botafogo e deixa o Z4
No duelo de desesperados contra o rebaixamento, o Coritiba fez o dever de casa, venceu o Botafogo por 2 a 0 no Couto Pereira e pulou da lanterna para a 16ª posição, a primeira fora do Z4. Já o Glorioso caiu duas posições, ocupa agora vice-lanterna e segue em situação delicada na competição.

O primeiro gol da partida foi anotado pelo camaronês Joel, aos 28 minutos do primeiro tempo. Após passe de Carlinhos dentro da área, o atacante tocou na saída de Jefferson.

Pra complicar a vida do Botafogo, Airton foi expulso aos 40 minutos do primeiro tempo e dificultou uma possível reação na segunda etapa.

Aos 42 minutos do segundo tempo, o veterano Alex mostrou muita categoria e definiu a importante vitória do Coxa com um belo gol. Ele dominou o lançamento no peito e bateu sem chances para Jefferson.

Com o resultado, o Coritiba subiu quatro posições, chegou aos 32 pontos e deixou da zona de rebaixamento. Na próxima rodada a equipe volta a jogar em casa contra o Grêmio.

Já o Botafogo, 19º colocado com 30 pontos, terá o clássico contra o Flamengo na Arena da Amazônia no sábado.

Barcos dá vitória ao Grêmio sobre o Figueira
Como tem sido costumeiro neste Brasileirão, o atacante Barcos garantiu mais uma vitória para o Grêmio. Na Arena, o Tricolor superou o Figueirense por 1 a 0, gol do centroavante argentino, que chegou a 13 gols e está a um do artilheiro Henrique, do Palmeiras. O triunfo fez a equipe gaúcha ficar a um ponto do G4.

O Grêmio foi melhor durante praticamente todo o jogo. Ainda no primeiro tempo, o clube conseguiu levar perigo ao gol de Tiago Volpi com Barcos e Luan, que acertou a trave após cruzamento da esquerda. O Figueirense chegou a assustar em chute de longe de Giovanni Augusto.

O gol do Grêmio saiu 37, de pênalti. Zé Roberto foi à linha de fundo e cruzou rasteiro. A bola tocou no braço de Nirley, que tentou dar um carrinho para evitar a jogada, e o árbitro apontou para o centro da área. Barcos bateu com perfeição e chegou ao seu 28º gol na temporada.

Na segunda etapa, o Tricolor manteve sua superioridade e quase ampliou aos sete minutos, quando Luan recebeu na área e obrigou Volpi a fazer a defesa. No rebote, Barcos tentou de calcanhar, mas a zaga travou.

O Grêmio manteve o jogo morno até o final. Aos 45, quando o Figueirense já tinha um atleta a menos devido à expulsão de Rivaldo, Everaldo fez bela jogada, deu um chapéu em um defensor tricolor e invadiu a área. No momento da finalização, o centroavante do Furacão caiu e pediu pênalti. O árbitro nada assinalou, o que gerou revolta entre os atletas do clube catarinense.

Loading...
Revisa el siguiente artículo