Bahia arranca empate no fim em duelo com o Atlético-MG

Por Nadia
| Eduardo Martins/ Ag. A Tarde/Folhapress Guilherme Santos (esquerda) fez o gol do Bahia na Arena Fonte Nova | Eduardo Martins/ Ag. A Tarde/Folhapress

Com um gol aos 38 minutos do segundo tempo, o Bahia conseguiu arrancar um empate em 1 a 1 com o Atlético-MG, na Arena Fonte Nova, no duelo que abriu a 30ª rodada do Campeonato Brasileiro. Luan abriu o placar para o Galo, mas Guilherme Santos conseguiu igualar para o time da casa. O resultado fez os mineiros subirem na tabela e chegarem à terceira colocação, com 51 pontos. Os baianos também pularam uma posição e agora abrem o Z4, com 31 pontos.

Atuando em casa, o Bahia criou as principais oportunidades do primeiro tempo. A primeira delas aconteceu logo no início, quando Bruno Pereira recebeu passe após saída errada de Dátolo e bateu por cima.

As chances mais claras da primeira etapa caíram nos pés de Diego Macedo. Aos 23, ele aproveitou falha de Marcos Rocha e Edcarlos para sair na cara de Victor. No entanto, o goleiro conseguiu impedir que o adversário o encobrisse. Aos 35, Macedo ficou frente a frente com o arqueiro atleticano e chegou a dar um chapéu nele, mas jogou por cima do gol na hora de finalizar.

O segundo tempo demorou pouco tempo para esquentar. Aos oito, o baixinho Luan subiu mais que a zaga tricolor e escorou cruzamento de Douglas Santos para fazer o gol do Galo.

A desvantagem pareceu dificultar a vida do Bahia, que pouco criava. Com espaço, o Atlético-MG chegou a assustar em contra-ataques. Dátolo, Carlos e Diego Tardelli tiveram boas chances, mas não conseguiram concluí-las em gol.

Quando tudo indicava que os gols perdidos não fariam falta, a equipe da casa encaixou um belo contragolpe. Guilherme Santos recebeu ótimo lançamento nas costas da zaga, matou a bola com categoria e tocou na saída de Victor. A empolgação com o gol foi tanta que o meio-campista tirou a camisa para comemorar e foi expulso ao receber o segundo amarelo no jogo.

Aos 45, o Galo conseguiu colocar a bola na rede novamente, no entanto, o lance não valeu. Tardelli recebeu cruzamento da direita e finalizou para o gol, mas o árbitro viu o empurrão que o atleticano havia dado no defensor do Bahia e apitou falta. Indignado, o jogador da Seleção Brasileira esbravejou com a marcação e também foi para o chuveiro mais cedo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo