Pai diz que situação de Jules Bianchi é "desesperadora"

Por Tercio Braga
Resgate retira Bianchi da sua Marussia após acidente | Getty Images Resgate retira Bianchi da sua Marussia após acidente | Getty Images

A situação de Jules Bianchi, que há nove dias sofreu um grave acidente no Grande Prêmio do Japão de Fórmula 1, é “desesperadora”, mas o jovem piloto “não desiste” de lutar pela vida.

As declarações foram dadas pelo pai do francês, Philippe Bianchi, em entrevista publicada nesta terça-feira (14) pelo jornal Gazzetta dello Sport, da Itália.

“É um garoto forte, ele ganhará seu treino classificatório mais importante, não desiste nunca”, afirmou.

No entanto, Philippe Bianchi admitiu que tem medo de receber uma notícia ruim.

“A situação é desesperadora. A cada ligação que recebemos, sabemos que pode ser o hospital nos anunciando que Jules morreu”, lamentou.

Toda a família está no Japão ao lado de Jules, de 25 anos, que sofreu uma grave lesão no cérebro após bater com sua Marussia num trator-guindaste que estava removendo outro carro, na pista molhada de Suzuka.

“Os médicos nos falaram antes que as primeiras 24 horas seriam cruciais, depois virou 72 horas e agora ainda estamos aqui, com Jules lutando”, descreveu o pai.

“Vejo ele, acredito na sua recuperação. Converso com ele e sei que ele me ouve. Os médicos nos falaram que já era um milagre ele estar vivo ainda, que ninguém sobreviveu a um acidente tão grave”, relatou Philippe.

“Todo mundo me pergunta como vai Jules, mas não posso responder porque não há resposta. O estado é muito grave, mas estável. Um dia parece estar melhor, outro não. Os médicos preferem não se pronunciar, não sabem como seu quadro vai evoluir”, explicou, comparando seu caso ao do alemão Michael Schumacher, heptacampeão de F-1, que sofreu um grave acidente de esqui em dezembro do ano passado.

“É muito complicado, em uma semana, a vida da nossa família foi destruída, é um pesadelo”, completou.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo