Neymar dá show, faz 4 gols e Brasil goleia o Japão

Por Carolina Santos

Com quatro gols de Neymar, diversas substituições e nenhuma ameaça por parte do Japão, o Brasil goleou os asiáticos por 4 a 0 em amistoso disputado na manhã desta terça-feira, em Cingapura. O resultado confirmou o bom momento em campo vivido pela equipe comandada por Dunga – no último sábado, com dois gols de Diego Tardelli, a Seleção já havia conquistado o título do Superclássico das Américas em cima da Argentina, em Pequim.

Foi o 11º confronto entre Brasil e Japão, e em nenhum deles o time verde e amarelo saiu de campo derrotado. Agora, a Seleção coleciona nove vitórias e dois empates contra os japoneses na história, com 31 gols marcados e apenas quatro sofridos.

No duelo desta terça, Neymar deu início ao seu show particular aos 18 minutos do primeiro tempo, quando recebeu um passe em profundidade de Diego Tardelli, driblou o goleiro Kawashima com tranquilidade e tocou para o fundo da rede.

No segundo tempo, logo aos 2 minutos, Neymar recebeu de Phillippe Coutinho e tocou na saída do goleiro japonês para ampliar o placar. E o camisa 10 mostrou que queria mais: aos 31 minutos, após Kaká carimbar o travessão do Japão, o atacante do Barcelona pegou um rebote para fazer 3 a 0 para o Brasil.

Ainda deu tempo de fazer o quarto: aos 35 minutos, Kaká cruzou da esquerda na cabeça de Neymar, que, como um centroavante, deu números finais ao jogo.

Além do show à parte do Neymar, destaque também para as oportunidades que Dunga deu para alguns jogadores terem a oportunidade de defenderem a camisa da Seleção, como foram os casos de Mário Fernandes, Souza, Everton Ribeiro e Phillippe Coutinho.

Seleção Brasileira goleou o Japão | Edgar Su/Reuters Seleção Brasileira goleou o Japão | Edgar Su/Reuters

Neymar quebra escrita com a camisa da Seleção

Neymar não fez apenas quatro gols pelo Brasil no amistoso desta terça-feira, diante do Japão, em Cingapura. Ele também quebrou uma longa escrita, já que, desde 2000, um jogador não marcava quatro vezes em uma única partida com a camisa da Seleção. Romário foi o autor da última façanha.

“Fiquei arrepiado, a emoção é muito grande. É uma felicidade imensa realizar esse feito, nunca imaginei uma coisa dessas (marcar quatro gols em um jogo). Estou muito feliz, agradeço a Deus”, disse Neymar à “TV Globo”, na saída do gramado.

“O (técnico) Dunga, antes do jogo, disse que a maior prova de humildade, o maior respeito que podemos ter é fazermos de tudo para vencer. (A satisfação) não é só pelos gols, mais sim pelo o que a gente fez na partida“, completou o camisa 10 e capitão da Seleção.

Questionado sobre onde pode chegar com a Seleção, apesar do fracasso na Copa do Mundo deste ano, Neymar não quis fazer planos para o futuro. “Não sei qual é o meu limite, só quero ajudar meus companheiros”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo