Dorival elogia Prass, Valdivia e Lucio: "recuperamos a confiança"

Por Carolina Santos

O técnico Dorival Júnior creditou a boa fase do Palmeiras, que superou neste sábado o Grêmio e alcançou sua terceira vitória seguida, à colaboração dos jogadores experientes da equipe, como Fernando Prass, Valdivia e Lúcio. O alívio dele contrastava com as ironias de Luiz Felipe Scolari sobre os apupos que recebeu da torcida.

O treinador palmeirense comentou que a equipe agora está mais calma em campo e menos ansiosa:

” Antes eu sentia uma ansiedade dentro de campo. E esta ansiedade fazia com que atropelássemos as jogadas. Não tínhamos tranquilidade para coordenar as jogadas. E é muito claro que o Palmeiras vem melhorando muito neste quesito. A volta do Prass tem ajudado muito, mas também o Lúcio, o Valdívia e outros jogadores estão sendo importantes para dar sustentação em campo para o elenco. A participação deles têm sido fundamental para recuperarmos a confiança e a alegria de jogar. E assim podemos dar mais tranquilidade também para a torcida”, analisou Dorival Junior.

Leia também:
De virada, Palmeiras bate o Grêmio e se distancia do Z4

Ele também destacou o comprometimento do polêmico craque chileno:

” O Valdivia tem se mostrado muito empenhado em campo e temos nos surpreendido com o comportamento dele. Até porque ouvimos muitas coisas sobre ele que não temos constatado no nosso dia a dia. De qualquer forma, só depende dele manter estas boas atuações”, comentou o treinador do Palmeiras.

Dorival Junior ressaltou ainda a importância da vitória contra uma equipe como a do Grêmio:

” Jogar com a intensidade que tivemos em campo contra um time como esse, que não é uma equipe qualquer, é bem montada e bem postada em campo, é algo muito importante para nós e que só valoriza o nosso resultado. Ainda mais de virada, celebrou o técnico.

Por outro lado, Luiz Felipe Scolari não quis comentar a arbitragem, apesar de ter saído de campo reclamando muito com o quatro árbitro do jogo. Ele não teria gostado da expulsão de Barcos e dos cartões amarelos que a equipe levou.

Ele só não economizou nos comentários sobre os apupos que recebeu dos torcedores palmeirenses. Durante a partida ouvia-se das arquibancadas do Pacaembu: “Não é mole não, o Felipão afundou a seleção”.

O comandante gaúcho foi duro e irônico na resposta:

“Estou calejado com isso e não vai mudar nada na minha vida. Só espero tratamento caloroso da minha família. Agora esses torcedores tem que se lembrar que o último título do Palmeiras foi conseguido por mim. E eles vão ter que correr muito para conseguir outro”, disparou Felipão.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo