Novak Djokovic e David Ferrer se enfrentam em Xangai

Por Nadia
Djokovic precisou de mais de 2 horas para superar Mikhail Kukushkin | Aly Song/Reuters Djokovic precisou de mais de 2 horas para superar Mikhail Kukushkin | Aly Song/Reuters

O tenista sérvio Novak Djokovic e o espanhol David Ferrer venceram seus respectivos jogos por 2 sets a 1, nesta quinta-feira (9), e serão adversários no Masters 1000 de Xangai, na China.

Líder do ranking da ATP e atual bicampeão, Djokovic garantiu vaga nas quartas de final ao bater o cazaque Mikhail Kukushkin, número 85 do mundo, em 2 horas e 6 minutos, com parciais de 6/3, 4/6 e 6/4.

Já Ferrer, por sua vez, precisou ganhar de virada do escocês Andy Murray, vencedor do torneio asiático em duas oportunidades (2010 e 2011), com parciais de 2/6, 6/1 e 6/2, após 1 hora e 55 minutos.

Assim, o quinto cabeça de chave da competição consegue igualar o retrospecto do confronto diante do britânico, número 11 do mundo. Agora, são sete vitórias para cada lado.

Contra Djokovic, porém, o histórico não favorece o espanhol. Ao todo, o sérvio soma doze triunfos e sete derrotas, sendo que venceu os últimos seis jogos e não perde para Ferrer desde 2011.

Além deles, outro favorito a avançar foi Tomas Berdych, que entrou no torneio como sexto mais bem cotado ao título. O tcheco despachou o croata Ivo Karlovic (31º), após 64 minutos, com parciais de 6/3 e 6/4,

Nas quartas de final, ele enfrentará o francês Gilles Simon (31º), que também se classificou nesta quinta-feira ao eliminar em sets diretos o tunísio Malek Jaziri (87º), por 6/2 e 6/4.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo