Com vitória da China, Brasil garante vaga na semi do Mundial de Vôlei

Por Tercio Braga
Chinesas comemoram a vitória suada sobre as dominicanas | Divulgação/FIVB Chinesas comemoram a vitória suada sobre as dominicanas | Divulgação/FIVB

Mesmo sem entrar em quadra, o Brasil garantiu vaga na semifinal do Mundial de Vôlei Feminino, disputado na Itália. A seleção foi beneficiada pela vitória da China sobre a República Dominicana por 3 a 2, de virada, com parciais 22/25, 23/25, 25/23, 25/23 e 15/12

Com o resultado, a China fechou sua participação na terceira fase com dois pontos e não pode alcançar o Brasil, que tem três. A equipe asiática torcerá agora pelas sul-americanas no jogo contra as dominicanas, nesta sexta, às 12h30.

Sem jogar nesta quarta, a seleção brasileira aproveitou o dia livre para realizar treinamentos em Milão de olho no confronto diante da República Dominicana, que pode garantir a liderança para o Brasil. A capitã Fabiana pediu cuidado com a equipe caribenha e destacou a qualidade da ponteira Bethânia de la Cruz.

“Será um jogo difícil. As dominicanas estão motivas e sem responsabilidade. A Bethânia De La Cruz está fazendo um grande campeonato. Ela é uma excelente jogadora, que ataca muito alto. Vamos ter que entrar em quadra focadas no nosso jogo para buscar mais uma vitória”, afirmou a jogadora.

Já o técnico José Roberto Guimarães elogiou o trabalho do técnico Marcos Kwiek, responsável por dar à seleção o melhor resultado de sua história dos mundiais.

“A República Dominicana é um adversário que está em estado de graça e conseguiu um resultado expressivo na história do voleibol dominicano. O Marquinhos fez um grande trabalho e o discurso deles é de não ter mais nada a perder. Eles podem jogar de igual para igual contra qualquer time e vão arriscar. Além disso, é uma equipe que conhece muito bem a nossa”, disse o comandante.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo