Trem exclusivo levará são-paulinos ao clássico no Itaquerão

Por Tercio Braga
Estação Corinthians Itaquera fica junto ao estádio | Daniel Vorley/Getty Images Estação Corinthians Itaquera fica junto ao estádio | Daniel Vorley/Getty Images

A Polícia Militar definiu com os representantes das torcidas organizadas de São Paulo e Corinthians o esquema de segurança para o clássico deste domingo, às 16h, na Arena em Itaquera. O Timão anunciou ainda que os assentos de dois setores serão retirados para atender a demanda dos torcedores que preferem assistir às partidas em pé.

O esquema de segurança para o clássico válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro será o seguinte: os são-paulinos sairão da estação Luz às 12h em um trem expresso com direção à estação Dom Bosco. Depois eles deverão caminhar aproximadamente quatro quilômetros até o estádio, com escolta da PM.

Já a principal organizada do Corinthians, a Gaviões da Fiel, partirá da estação Luz às 13h30 e fará o desembarque na estação Corinthians-Itaquera. O esquema definido pelo 2º Batalhão do Choque é o mesmo utilizado no dérbi entre o Alvinegro e o Palmeiras, no dia 27 de julho.

Assentos

A Arena terá os assentos retirados nos setores Norte, onde ficam as torcidas dos times visitantes, como a do São Paulo para o clássico deste final de semana. A área sem cadeiras fica atrás do gol e pode abrigar 7500 pessoas.

De acordo com a explicação oficial do clube do Parque São Jorge, a medida seria para seguir o modelo de outras arenas do mundo, como a do Borussia Dortmund, e adaptar o estádio ao “modo Corinthians”, em alusão aos torcedores que preferem assistir à partida em pé.

Mas a decisão também pode ser interpretada como um cuidado para evitar vandalismo de torcedores de clubes rivais. Após o duelo com o Palmeiras, o Timão contabilizou 285 assentos quebrados. Cada um custa R$ 175 e o Verdão arcou com um prejuízo de R$ 45 mil.

Loading...
Revisa el siguiente artículo