Em jogo polêmico, Botafogo perde e tem três jogadores expulsos

Por fabiosaraiva
Sheik é expulso e critica a CBF durante saída de campo | Luciano Belford/Eleven/Folhapress Sheik é expulso e critica a CBF durante saída de campo | Luciano Belford/Eleven/Folhapress

As coisas rolavam muito bem no Maracanã para o Botafogo até o começo do segundo tempo, mas duas expulsões em um curto período de tempo descontrolaram a equipe, que acabou perdendo para o Bahia por 3 a 2. No final da partida o Glorioso ainda teve mais um atleta expulso.

O Botafogo fez um bom primeiro tempo. Pressionou o time baiano e apostava muito na velocidade e no retorno do atacante Emerson Sheik. Aos 30 minutos o polêmico jogador abriu o placar de cabeça, após cruzamento de Ramírez.

No minuto seguinte o Bahia empatou com um gol contra do lateral Dankler, que tentou cortar um cruzamento, mas acabou jogando contra as próprias redes. Ainda assim o Fogão não desanimou e partiu para cima. Aos 40 minutos a arbitragem marcou pênalti após a bola bater na mão de Railan. Sheik cobrou e fez seu segundo na partida.

O segundo tempo chegou e com ele o pesadelo para os cariocas. Aos 12 minutos o peruano Ramírez levou o cartão vermelho por uma cotovelada no rosto de Uelliton. Dois minutos depois foi a vez de Sheik ser expulso após levar o segundo cartão amarelo por falta no mesmo Uelliton. Na saída de campo ele ironizou a CBF, chamando a entidade de vergonha.

Com dois jogadores a mais o Bahia cresceu. Aos 28 minutos Maxi Biancucchi empatou ao bater de primeira um cruzamento rasteiro. O Bahia foi para a pressão, teve um gol mal anulado e aos 45 minutos Branquinho garantiu a virada. Ele recebeu dentro da área e chutou sem chance para Jefferson.
Após o apito final o lateral Julio Cesar foi reclamar com a arbitragem e acabou sendo mais um a levar cartão vermelho. O resultado coloca o Fogão na zona de rebaixamento com 22 pontos. O Bahia tem um a mais e é o primeiro fora da zona da degola.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo