Em manifesto, Corinthians pede fim de gritos de "bicha" na torcida

Por Carolina Santos

O Corinthians divulgou nesta sexta-feira, em seu site oficial, um manifesto pedindo que sua torcida pare com os gritos de “bicha”. É muito comum ouvir, em jogos do Timão na Arena Corinthians, a torcida hostilizar o goleiro rival na hora da cobrança de um tiro de meta.

No texto, o Corinthians exalta sua histórica fama de time do povo e cita seu envolvimento em movimentos políticos, como o “Diretas Já”, do início dos anos 80 e diz que no Timão “não tem pobre, rico, negro ou branco. Aqui somos todos Corinthians”.

O clube do Parque São Jorge encerra o manifesto dizendo que no Corinthians “não há e nem pode haver homofobia”, pois além de ir contra o princípio de igualdade do clube, ainda pode prejudicar o Timão.

O Grêmio foi excluído da Copa do Brasil, no início de setembro, depois que torcedores do clube gaúcho xingaram de macaco o goleiro Aranha, do Santos, durante a primeira partida das oitavas de final da competição.

Leia também:
•Mano afirma que ainda é cedo para priorizar o Brasileirão ou a Copa do Brasil

f_267552

[poll id=”287″]

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo