Grêmio vence e Inter perde para o lanterna; veja mais resultados

Por fabiosaraiva
Barcos chegou aos nove gols no Brasileirão | Lucas Uebel/Grêmio FBPA Barcos chegou aos nove gols no Brasileirão | Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O Grêmio vinha de três vitórias seguidas e buscava uma vaga no G4. Mesmo sem uma atuação de encher os olhos na Arena, um gol de Barcos no final da partida garantiu o 1 a 0 e os três pontos, que pode fazer com que o time termine a rodada entre os quatro primeiros do Campeonato Brasileiro.

O time gaúcho começou a partida dominando as ações e tentando usar a velocidade para assustar o Furacão, mas a maior posse de bola não se transformou em chances de gol. Os dois time se estudavam bastante.

O primeiro tempo acabou com poucas chances. A primeira grande oportunidade aconteceu aos quatro minutos do segundo tempo, quando Luan teve a chance de finalizar dentro da área, mas acabou furando.

Após uma início de pressão do Grêmio, o Atlético voltou a segurar a pressão e o jogo voltou a ficar morno. Aos 46 minutos Barcos soltou o grito de gol da torcida ao marcar um belo gol. Ele matou a bola no peito e fez um belo giro para garantir a vitória.

O resultado deixa o Grêmio provisoriamente na quarta posição. Os gaúchos agora torcem contra o Corinthians para fechar a rodada na zona de classificação para a Libertadores. O Furacão é o 12º, com 25 pontos.

 

Inter perde para o lanterna e Abel balança
A fase não está boa para o Internacional. Após ser eliminado precocemente da Copa do Brasil e depois da Sul-Americana, os gaúchos enfrentaram o Vitória no Barradão e acabaram perdendo por 2 a 0. Foi a quarta derrota colorada em cinco jogos no Brasileirão e o técnico Abel Braga começa a balançar no cargo.

O jogo começou disputado. Aos três minutos D’Alessandro cobrou falta com perigo e obrigou o goleiro Roberto Fernández a fazer boa defesa. Mas o Vitória estava bem em campo e a resposta não demorou a vir.

Aos sete minutos Richarlyson marcou em bela cobrança de falta. Próximo a linha de fundo, ele enganou a todos ao bater direto para o gol e surpreendeu o goleiro Dida. Foi o primeiro gol dele com a camisa do Leão.

O Vitória mantinha uma postura boa na partida, mas o Inter também tentava atacar e acabava tropeçando em seus próprios erros. Foram pelos menos duas boas chances de empatar antes do intervalo.

No segundo tempo, o Vitória marcou mais um gol aos 11 minutos. Marcinho ganhou a disputa com o zagueiro no alto e fez de cabeça após cruzamento de Escudero. O Inter ainda tentou, mas não conseguiu mudar o placar.

Com o resultado o Vitória deixa a lanterna e está na 18ª posição com 18 pontos. O Inter ainda é o terceiro com 34 pontos.

 

Ex-Flu marca e Goiás derrota o Flamengo
Em jogo disputado na Arena Pantanal, em Cuiabá, nesta quarta-feira, o Goiás derrotou o Flamengo por 1 a 0, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O único gol do confronto foi anotado pelo atacante Samuel, que pertence ao rival Fluminense e está emprestado ao Esmeraldino. Esse foi o segundo revés seguido do clube carioca, que já havia perdido para o Grêmio.

Com o resultado, o Alviverde sobe para a nona colocação, com 27 pontos conquistados, enquanto o Rubro-Negro cai para a 12ª posição, com 25.

O único gol do jogo foi anotado aos 25 minutos da segunda etapa. Em jogada rápida, Erik fez jogada pelo meio e passou para Samuel, que, de fora da grande área, finalizou de primeira, no canto esquerdo do goleiro Paulo Victor, que nada pôde fazer.

O Goiás volta a campo neste domingo, às 18h30, contra o Criciúma, no estádio Heriberto Hülse. Já o Flamengo recebe o Corinthians, no mesmo dia, às 16h, no Maracanã.

 

Figueirense e Fluminense empatam em SC

Em jogo disputado no estádio Orlando Scarpelli, nesta quarta-feira, Fluminense e Figueirense ficaram no 1 a 1, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A.

Com o resultado, o Tricolor permanece na quinta colocação, com 32 pontos conquistados. Já os catarinenses seguem em 12º, com 25.

Atuando dentro de casa, o Figueirense abriu o placar aos 38 minutos do primeiro tempo. Após saída errada do clube carioca, Marquinhos lançou Everaldo, que, no mano a mano, saiu do zagueiro e finalizou por baixo de Diego Cavalieri.

O Flu chegou ao empate aos 39 da etapa final, com Cícero. O meio-campista aproveitou rebote da finalização de Kennedy na trave e cabeceou para deixar tudo igual.

Aos sete do segundo tempo, Leandro Silva, do Figueirense, recebeu o segundo cartão amarelo e, consequentemente, foi expulso por acertar um pontapé em Biro Biro. Já aos 25, foi a vez do lateral direito Bruno, do Fluminense, ser penalizado com o cartão vermelho após acertar o rosto do adversário.

O Fluminense volta a campo neste sábado, às 18h30, contra o Palmeiras, no Maracanã. O Figueirense, por sua vez, visita o Bahia, no dia seguinte, às 16h, no estádio Joia da Princesa.

 

Coritiba vence, mas continua na zona de degola
O Coritiba recebeu no Couto Pereira a equipe do Chapecoense em uma luta direta contra o rebaixamento. Apesar da vitória por 3 a 0, o time paranaense segue no Z-4, mas agora com a mesma pontuação do rival, que é o primeiro clube fora da zona da degola.

A partida foi marcada por uma situação curiosa. Antes da bola rolar, o árbitro Devarly Lira do Rosário disse que só começaria a partida quando uma faixa da torcida Coxa-branca fosse retirada. Nela, outro juiz, Wagner Reway, aparecia com a camisa do Flamengo. Ele foi o comandante na polêmica eliminação do Coritiba para o Fla na Copa do Brasil.

Com a bola rolando, o Coxa abriu o placar logo no primeiro minutos. Martinuccio chutou e a bola sobrou livre para Robinho completar para as redes. A Chapecoense sentiu o gol no início e o Coritiba aproveitou para pressionar e definir o placar logo.

Aos 13 Martinuccio conseguiu deixar a sua marca. Ele aproveitou o rebote da zaga em cobrança de escanteio e bateu no cantinho do goleiro. Mesmo com a vantagem no placar, o Coxa seguiu pressionando até o fim do primeiro tempo.

O segundo tempo começou com menos intensidade que o primeiro, mas mesmo assim com o Coritiba comandando as ações. Aos 30 minutos o camaronês Joel deu números finais a partida. Elber passou por cinco adversários antes de tocar para o meio da área, onde o atacante estava livre para marcar.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo