Cruzeiro vira contra o Bahia e volta a abrir vantagem na tabela

Por Tercio Braga

No complemento da 20ª rodada do Campeonato Brasileiro o Cruzeiro recebeu o Bahia no Mineirão e chegou a levar um susto, quando saiu para o intervalo perdendo, mas conseguiu se recuperar, venceu por 2 a 1 e voltou a abrir sete pontos de vantagem para o São Paulo, segundo colocado na competição.

Como era de se esperar, o Cruzeiro começou a partida em cima do Bahia. Aos cinco minutos Manoel colocou a bola na trave com um forte cabeceio. Apesar disso, os baianos também se arriscavam em rápidos contra-ataques.

O Cruzeiro começou a encontrar muitas dificuldades para furar a bem postada zaga baiana e começaram a arriscar chutes de longe. Aos 27 Lucas Silva mandou uma bola na trave em cobrança de falta.

O gol do Bahia veio dois minutos depois. Em boa jogada pela esquerda, Rafinha cruzou rasteiro para o meio da área e encontrou Guilherme Santos livre para tocar para o gol. O Cruzeiro tentou responder, mas o Bahia estava com sua proposta de jogo bem clara.

No segundo tempo as coisas se inverteram com muita rapidez. Logo aos quatro minutos Ricardo Goulart caiu na área e a arbitragem assinalou o polêmico pênalti. Após reclamar muito, o zagueiro Titi foi advertido com o cartão amarelo, o jogador bateu palmas e acabou sendo expulso. Na cobrança, Everton Ribeiro empatou.

Com um jogador a mais o Cruzeiro soube aproveitar os espaços, a virada veio aos 35 minutos, com Ricardo Goulart, que aproveitou uma bola ajeitada por Marcelo Moreno dentro da área. Um minuto antes o Bahia tinha perdido grande chance em um contra-ataque.

O Bahia seguiu lutando, mas não conseguiu mudar o resultado do jogo, que mantém o clube na lanterna da competição, com 17 pontos. O Cruzeiro agora tem 46 pontos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo