Lateral vira atacante, faz três e Sport viram em cima do Santos

Por Tercio Braga

Não é todo dia que um lateral direito marca um gol em um jogo, o que dirá três? Nesta quarta-feira, na Arena Pernambuco, Patric, que atuou improvisado no ataque na segunda etapa, balançou a rede três vezes e garantiu a vitória do Sport sobre o Santos por 3 a 1, de virada, em partida válida pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Thiago Ribeiro descontou para o Peixe.

Com o resultado os pernambucanos sobem para a sétima colocação, com 31 pontos conquistados, enquanto os paulistas permanecem em nono, com 26.

Mesmo atuando longe de seus domínios, o Santos foi ao ataque e abriu o placar aos 24 minutos da primeira etapa. Arouca avançou pelo meio e fez o passe para Thiago Ribeiro, que driblou dois defensores e finalizou cruzado, no canto esquerdo de Magrão.

O Sport chegou ao empate ainda no primeiro tempo, aos 40. Danilo fez jogada pelo lado esquerdo e cruzou para o lateral direito Patric, que estava como um legítimo camisa 9 e cabeceou para o fundo das redes de Aranha.

O segundo gol dos pernambucanos saiu aos sete do segundo tempo, novamente com Patric. Deslocado para o ataque, o jogador recebeu bom lançamento do zagueiro Durval e, de dentro da grande área, finalizou de primeira, com o pé esquerdo, para colocar os nordestinos à frente no marcador.

Grande destaque do jogo, Patric fez o terceiro dele e do Sport aos 46. O jogador recebeu livre perto da grande área santista e finalizou cruzado, sem chances para Aranha, para decretar o seu hat-trick e a vitória Rubro-Negra.

O Sport volta a campo neste sábado, às 18h30, quando enfrenta a Chapecoense, na Arena Condá. Já o Santos recebe o Coritiba, no mesmo dia, às 21h, no estádio da Vila Belmiro.

Coritiba vence, mas continua na zona de degola

O Coritiba recebeu no Couto Pereira a equipe do Chapecoense em uma luta direta na luta contra o rebaixamento. Apesar da vitória maiúscula por 3 a 0, o time paranaense segue na zona de rebaixamento, mas agora com a mesma pontuação do rival, que é o primeiro clube fora da zona da degola. Martinuccio, Robinho e Joel marcaram

A partida foi marcada por uma situação curiosa. Antes da bola rolar, o árbitro Devarly Lira do Rosário disse que só começaria a partida quando uma faixa da torcida Coxa-branca fosse retirada. Nela, outro juiz, Wagner Reway, aparecia com a camisa do Flamengo. Ele foi o comandante na polêmica eliminação do Coritiba para o Fla na Copa do Brasil.

Loading...
Revisa el siguiente artículo