Seleção Brasileira vence Equador em amistoso no 2º teste com Dunga

Por fabiosaraiva
Jogadores celebram gol de Willian no MetLife Stadium, em Nova Jersey | Bruno Domingos/Mowa Press Jogadores celebram gol de Willian no MetLife Stadium, em Nova Jersey | Bruno Domingos/Mowa Press

No segundo teste sob o comando de Dunga, o Brasil venceu o Equador por 1 a 0, nesta terça-feira (9), em amistoso realizado em Nova Jersey, nos Estados Unidos. O meia Willian, do Chelsea, marcou o único gol da partida ainda no primeiro tempo depois de uma jogada ensaiada com Oscar e Neymar.

Depois do polêmico corte de Maicon no fim de semana, o Brasil entrou em campo no MetLife Stadium com Danilo na lateral-direita. O confronto começou sem muita inspiração dos dois lados e a primeira boa chance só saiu aos 21 minutos. Neymar arrancou com velocidade do meio-campo, deixou dois zagueiros pra trás e arriscou da entrada da área. A bola subiu e passou perto do travessão de Domínguez.

O lance acordou a seleção, que abriu o placar aos 30 minutos em jogada ensaiada. Oscar cobrou falta rasteira para Neymar, que de primeira colocou na área por cobertura. Willian acompanhou a jogada e só tocou na saída do goleiro.

Os equatorianos responderam aos 35 e por pouco não deixaram tudo igual. Valencia chutou cruzado e acertou a trave esquerda de Jefferson na última boa chance da primeira etapa.

Logo no primeiro lance na volta do intervalo, já com os cruzeirenses Éverton Ribeiro e Ricardo Goulart em campo, o Brasil perdeu uma chance inacreditável. Danilo foi até a linha de fundo e cruzou na pequena área. Sem marcação, Neymar só desviou sem goleiro, mas acertou o travessão.

Depois da pressão inicial do Brasil, o Equador assustou aos 15. Após cruzamento da direita, Enner Valencia cabeceou, Jefferson defendeu parcialmente e Filipe Luís afastou o perigo em cima da linha.

Na reta final do jogo, Dunga colocou Philippe Coutinho, Elias e Fernandinho, e o Brasil quase marcou o segundo aos 29. No mesmo lance, Neymar e Éverton Ribeiro tentaram, mas o goleiro Domínguez parou a dupla.

A última boa chance do Brasil saiu dos pés de Neymar. Aos 36, ele cobrou falta, mas a bola desviou na barreira e saiu pela linha de fundo. Já Valencia chegou perto do empate aos 43, mas a cabeça saiu à direita da meta de Jefferson.

Os próximos dois compromissos do Brasil serão em outubro: no dia 11, enfrenta a Argentina, em Pequim, no Superclássico das Américas e no dia 14, encara o Japão, em Cingapura. Já no dia 12 de novembro, a seleção tem duelo marcado contra a Turquia, em Istambul.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo