Mano Menezes exalta empate e lamenta desfalques no Timão

Por fabiosaraiva
Mano Menezes durante a partida contra o Criciúma | Cristiano Andujar/Getty Images Mano Menezes durante a partida contra o Criciúma | Cristiano Andujar/Getty Images

O Corinthians não conseguiu superar o Criciúma, neste domingo, no estádio Heriberto Hülse, e ficou no empate por 0 a 0, o que deixou a equipe a dez pontos do líder do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro. O técnico Mano Menezes, no entanto, preferiu exaltar o placar e considerou satisfatória a igualdade.

Leia mais:
Com muitos desfalques, Corinthians só empata com o Criciúma

“O Cruzeiro não venceu aqui, o São Paulo não venceu. Na Copa Sul-Americana, aliás, o São Paulo foi derrotado. É difícil, sempre foi difícil jogar aqui. A gente sai parcialmente satisfeito por ter se mantido no G-4, nas circunstâncias em que veio jogar”, disse.

As circunstâncias que o treinador se refere é por conta das ausências de Gil, Elias, Lodeiro e Guerrero, a serviço das suas seleções, e Luciano suspenso, além de Romarinho, que deixou o clube. Mano lamentou não poder contar com os atletas.

“Você, às vezes, não sente em um jogo, mas, no acúmulo, vai sentindo. A presença deles proporciona que você tenha qualidade semelhante no banco para entrar. Mas fiquei contente com a resposta dos jogadores em termos de personalidade”, afirmou o comandante, que, porém, declarou que o fato faz com que o elenco melhore.

“Certamente, a gente perde um pouco de poder, não tenha dúvida. Mas, à medida que outros vão entrando e correspondendo, a gente vai crescendo como grupo”, concluiu.

O Corinthians volta a campo nesta quinta-feira, às 19h30, quando enfrenta o Atlético-MG, na Arena Corinthians.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo