Goleiro Aranha rejeita encontro com torcedora gremista que o ofendeu

Por fabiosaraiva
Em prantos, Patrícia pediu perdão ao goleiro Aranha | Luciano Leon/Raw Image/Folhapress Em prantos, Patrícia pediu perdão ao goleiro Aranha | Luciano Leon/Raw Image/Folhapress

Mesmo mais de uma semana após ser ofendido de macaco, o goleiro Aranha demonstrou que ainda não esqueceu e não quer, ao menos por enquanto, o reencontro com a torcedora Patrícia Moreira, responsável pelo ato durante o jogo entre Santos e Grêmio, na Arena do Grêmio, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Leia mais:
Torcedora do Grêmio pede perdão a Aranha por ofensas racistas

A torcedora admitiu que gostaria de encontrar o camisa 1, que não enxerga como necessária a atitude.

“O goleiro Aranha entende que não seja necessário tal encontro. Neste momento, a preocupação do camisa 1 do Santos FC é de que os responsáveis pelo ato racista sejam investigados e que respondam pelo ocorrido no último dia 28. Ele espera também que tal repercussão do caso sirva de lição para as praças esportivas e para a sociedade em um todo”, disse.

O advogado de Patrícia, Alexandre Rossato, havia declarado, durante entrevista coletiva nesta sexta-feira, que a jovem gostaria de se desculpar pessoalmente com o arqueiro do Santos. “Ela deseja muito esse encontro com ele. Ela quer pedir desculpa”, afirmou.

A ofensa ao goleiro Aranha resultou na eliminação do Grêmio da Copa do Brasil e, consequentemente, a classificação do Santos às quartas de final da competição.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo