Ex-lutador do UFC pode pegar prisão perpétua por espancar namorada

Por fabiosaraiva
Christy Mack e War Machine tinham tatuagens com o nome um do outro | Reprodução/Twitter Christy Mack e War Machine tinham tatuagens com o nome um do outro | Reprodução/Twitter

O lutador de MMA, Jonathan Koppenhaver, conhecido como War Machine, compareceu nesta quarta-feira ao Tribunal de Las Vegas para ouvir do que seria acusado, após ser preso por espancar sua ex-namorada, a atriz pornô Christy Mack e um amigo dela. Na Corte ele ficou sabendo que pode pegar prisão perpétua, sem possibilidade de liberdade condicional.

Leia mais:
Atriz pornô relata espancamento por ex-UFC

War Machine espancou Christy ao encontrá-la com outro homem. A atriz teve múltiplas fraturas, inclusive no rosto e nas costelas. O lutador, que teve passagens por UFC e Bellator, também tentou estuprá-la. Aproveitando um momento de distração do lutador, Christy conseguiu fugir e buscar ajuda com vizinhos.

O lutador deve ir a júri no dia 17 de outubro e vai enfrentar 32 acusações por diferentes crimes, entre eles, tentativa de homicídio, coerção, agressão sexual e sequestro. As acusações se estendem até maio de 2013.

Segundo o promotor público do caso, Steve Wolfson, “as acusações contra ele são bastante graves”. Sem querer entrar em mais detalhes, Wolfson adiantou que Christy deve testemunhar. “Ela está pronta para ir ao tribunal e contar o que aconteceu”, disse.

O advogado do lutador tentou defendê-lo dizendo que War Machine é um personagem e que às vezes as pessoas confundem isso. “Ele é um lutador de MMA, ele é controverso, mas as pessoas tem que entender onde termina o War Machine e começa o Jon Koppenhaver”, falou.

Christy postou imagens de como ficou após agressão | Reprodução/Twitter Christy postou imagens de como ficou após agressão | Reprodução/Twitter
Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo