Ataque aéreo deixa 16 mortos, sendo 10 crianças, na Síria

Por Tercio Braga
Corpo das vítimas do ataque são carregados por manifestantes | Stringer/Síria Corpo das vítimas do ataque são carregados por manifestantes | Stringer/Síria

A aviação do regime sírio realizou um ataque nesta quarta-feira em Ao Shula, na província de Deir ez Zor (nordeste do país), em que 16 pessoas morreram. Entre elas, 10 eram crianças, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Das crianças mortas, oito eram menores de 10 anos, segundo a nota do OSDH. De acordo com o organismo, as vítimas viajavam em um micro-ônibus que foi atingido por um foguete. O veículo se dirigia à cidade de Damasco.

Uma televisão oficial síria atribuiu o ataque aos jihadistas do Estado Islâmico (EI).

Em 16 de agosto, o OSDH informou que os jihadistas do EI executaram mais de 700 pessoas, a maioria civil, durante as duas semanas anteriores nas localidades situadas no leste da província de Deir ez Zor, que fica na fronteira com o Iraque.

O EI controla grande parte da região, onde várias tribos e organizações armadas juraram lealdade ao grupo diante de seu poderio militar.

Desde 2011, o número de mortos documentados e verificados no conflito armado na Síria é de 191.369 pessoas, quase 9 mil delas menores de idade, segundo a ONU.

Loading...
Revisa el siguiente artículo