Aranha encenou insultos racistas, diz dirigente do Grêmio

Por Tercio Braga
Torcedora Patricia Moreira foi flagrada xingando Aranha de macaco na Arena do Grêmio | Reprodução Torcedora Patricia Moreira foi flagrada xingando Aranha de macaco na Arena do Grêmio | Reprodução

As ofensas raciais de parte da torcida do Grêmio ao goleiro Aranha ainda dão o que falar. O vice-presidente do clube gaúcho, Adalberto Preis, polemizou no Twitter, nesta terça-feira. De acordo com o dirigente, os insultos não existiram e tudo foi uma encenação do arqueiro.

“Sabem por que o árbitro não ouviu nem presenciou? Porque não houve. Foi tudo uma grande encenação do goleiro para fazer cera”, postou Preis. “Ele provocou e foi xingado, mas não com injúria racial. Isso já está bem claro”, escreveu minutos depois.

Leia também
• Torcedores do Grêmio depõem sobre caso de racismo

Em postagens posteriores, Preis admitiu o vídeo da torcida gremista, mas ressaltou novamente que não é possível ouvir as ofensas.

“Sim. O vídeo da menina é a única coisa real, mas nem o juiz nem o goleiro poderiam ter ouvido. Falei OUVIR”, postou. “Só apresentaram, até agora, imagens sem áudio. E há o depoimento do juiz de que não ouviu”, concluiu.

vice presidente gremio adalberto preis reproducao twitter

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo