Felipão voltará pela primeira vez ao Mineirão aós 7 a 1

Por Nadia
Felipão disse ter total confiança no time que comanda | Marcelo Del Pozo/Reuters Felipão sofreu a pior derrota da carreira no Mineirão | Marcelo Del Pozo/Reuters

A partida entre Cruzeiro e Grêmio, na próxima quinta-feira, pelo Brasileirão, terá vários ingredientes interessantes. Assim como no confronto diante do Santos, o time mineiro deve receber grande público, já que lidera o campeonato e segue firme na busca pelo tetra.

Para esse jogo, o técnico Marcelo Oliveira não poderá contar com Marcelo Moreno. O atacante boliviano tem seus direitos ligados ao Grêmio e uma das cláusulas no contrato de empréstimo impede a entrada do centroavante em campo.

Mas nenhum fator chama mais a atenção do que Luiz Felipe Scolari. Comandante do Grêmio, o treinador voltará pela primeira vez ao palco de seu maior vexame no futebol.

Foi no Mineirão que Felipão viu a seleção brasileira apagar o trauma de 1950 e criar o de 2014, após seus comandados sofrerem uma impiedosa goleada por 7 a 1 para a Alemanha, na semifinal da Copa do Mundo.

“Voltarei ao Mineirão como voltarei a Livramento, no Gauchão. Ou a Bagé. Minha vida continua. Alguns gostariam de ter me enterrado, mas não morri ainda”, disse Felipão após a vitória por 2 a 0 em cima do Criciúma, no último domingo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo