Valdivia sente dores e tontura e deixa o clássico no início

Por Carolina Santos
Valdivia saiu machucado na partida |  Mauro Horita/Agif/Folhapress Valdivia saiu machucado na partida | Mauro Horita/Agif/Folhapress

O retorno do meio-campista Valdivia ao Palmeiras durou pouco, menos de 20 minutos. No tempo em que permaneceu em campo, ditou o ritmo de jogo e foi o maestro do meio de campo palmeirense. No entanto, logo precisou sair.

Aos 18 minutos, após uma disputa de bola com o são-paulino Kaká, o chileno precisou deixar o gramado. De acordo com Otávio Vilhena, médico do clube, uma pancada no olho do jogador o fez deixar o gramado alegando dores e tonturas, mas nada relacionado a uma possível dor muscular.

Ouça a entrevista do médico Otávio Vilhena:

Leia também:
São Paulo derrota Palmeiras com gol do ex-palmeirense Alan Kardec
Cruzeiro atropela o Santos e retoma liderança; veja outros resultados

“Ele falou que foi um mal-estar e tontura, não se referiu a nenhum problema muscular. No treinamento de quarta-feira ele teve um trauma de face, tanto que está com um hematoma. A minha preocupação é se o trauma teve uma repercussão maior. No vestiário perguntei se ele teve dor muscular ou se sentiu alguma fisgada, ele me disse que não, que foi só a tontura e o mal-estar mesmo. Faremos a tomografia amanhã e a partir daí teremos o diagnóstico”, disse.

O jogo marcava a primeira partida do chileno após transferência frustrada para o mundo árabe.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo