Botafogo vence o Fluminense e deixa a zona de rebaixamento

Por Carolina Santos
Botafogo, com a vitória, saiu da zona de rebaixamento | Divulgação/ Flickr Fluminense Botafogo, com a vitória, saiu da zona de rebaixamento | Divulgação/ Flickr Fluminense

O Botafogo venceu o Fluminense por 2 a 0 neste domingo, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e saiu da zona de rebaixamento.

O Alvinegro foi a 16 pontos, assumiu a 12ª colocação e empurrou o Palmeiras para a zona de rebaixamento. O Tricolor Carioca continua na quarta colocação, mas agora tem os mesmos 26 pontos do São Paulo, o quinto colocado.

Os gols saíram no segundo tempo. Daniel abriu o marcador aos 12 minutos em um chute cruzado na entrada da área no ângulo esquerdo do goleiro Diego Cavalieri.

Embalado, o Botafogo ampliou dez minutos depois. Ferreyra cruzou pela esquerda e Zeballos desviou para as redes.

O Fluminense ainda desperdiçou um pênalti no final da partida. Aos 43, Fred isolou a cobrança para alegria do goleiro Jefferson.

As duas equipes voltam a jogar na quarta-feira. O Botafogo visita o Figueirense, às 19h30, e o Fluminense encara a Chapecoense na Arena Condá.

Figueirense arranca empate com o Atlético-MG

No duelo de opostos do Campeonato Brasileiro, Figueirense e Atlético-MG ficaram no 2 a 2, neste domingo, no estádio Orlando Scarpelli, pela 15ª rodada do nacional. Leonardo Silva (contra) e Clayton fizeram para os catarinenses. Já Dátolo e Diego Tardelli anotaram para os mineiros.

Com o resultado, o Figueira caiu para a 18ª colocação, com 14 pontos conquistados, enquanto o Galo segue em sexto, agora com 23.

O jogo começou a todo vapor em Florianópolis. Logo aos sete minutos o Galo abriu o placar. Jô apareceu pelo lado esquerdo e fez o cruzamento. Dátolo, como um verdadeiro camisa nove, cabeceou e encobriu o goleiro Tiago Volpi.

Melhor na partida, o Atlético assustou novamente aos 23. Jô fez o passe para Pedro Botelho, que fez um cruzamento para Diego Tardelli. O atacante finalizou de primeiro e Volpi fez uma excelente defesa.

Como quem não faz, toma, o Figueirense empatou no minuto seguinte. Jean Carlos foi lançado pelo lado direito e cruzou rasteiro. Leonardo Silva tentou cortar o lance, mas acabou colocando dentro das próprias redes.

Atuando em casa e precisando vencer, a equipe de Florianópolis voltou para o segundo tempo em cima do adversário. Logo no primeiro minuto, Clayton fez jogada pela direita e rolou para Marco Antônio, que finalizou torto. Na sobra, a bola ficou com Marcão, que finalizou, mas para fora.

Pressão do Figueira! Dois minutos depois. O jovem Clayton, de novo ele, subiu pela esquerda e cruzou para Marcão. O atacante finalizou, mas a bola foi desviada em Leonardo Silva. Aos 18, Leandro Silva driblou três jogadores do Atlético e lançou para Marcão, que chutou cruzado, para boa defesa de Victor.

O Galo respondeu com o segundo gol. Alex Silva fez jogada pelo lado direito, cortou Cereceda e foi derrubado. O árbitro anotou pênalti. Na cobrança, Diego Tardelli bateu no canto direito d Tiago Volpi, que pulou para o esquerdo.

Sem outa alternativa, o Figueira foi ao ataque. Aos 36, em bola levantada na grande área, Everaldo finalizou com um voleio e Victor fez a defesa. No entanto, aos 46, o arqueiro atleticano nada pode fazer. Marco Antônio cobrou escanteio. Na sobra, a bola ficou com Thiago Heleno, que rolou para Clayton finalizar e dar números finais ao jogo.

O Figueirense volta a campo nesta quarta-feira, às 19h30, quando enfrenta o Botafogo, no estádio Orlando Scarpelli. Já o Atlético visita o Flamengo, no mesmo dia, às 22h, no Maracanã.

Sport e Atlético-PR ficam no empate

No confronto entre duas equipes que buscavam o G4, Sport e Atlético-PR ficaram no 1 a 1 neste domingo, na Ilha do Retiro, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. Cleberson abriu o placar para os paranaenses. Régis fez o dos pernambucanos.

Com o resultado, o Sport caiu para a nona colocação, agora com 22 pontos conquistados. Já o Atlético segue em sétimo, com 23.

O primeiro gol aconteceu aos 24 minutos, e foi do Atlético, que, até o momento, era pior no jogo. Bady cobrou falta do meio de campo e o zagueiro Cleberson, aniversariante do dia, cabeceou para o fundo das redes do goleiro Magrão.

Jogando em casa, o Sport foi para o ataque. Aos 33 minutos, Renê chegou pela esquerda e chutou cruzado. O goleiro Weverton fez boa defesa e, na sobra, a defesa atleticana afastou. No lance seguinte, após cobrança de escanteio, Wendel desviou e o camisa 12 do Furacão fez um milagre.

De tanto insistir, o Sport chegou ao empate. Aos 39, Wendel cobrou falta na entrada da grande área e a bola foi na barreira. Depois de mais uma tentativa do volante, ela sobrou para Régis, que não desperdiçou.

No final do jogo, uma chance para cada lado. Aos 41, o lateral direito Patric fez jogada pelo meio de campo e finalizou bonito. Weverton mais uma vez fez boa defesa. O Furacão respondeu no minuto seguinte. Léo Pereira finalizou de longe e Magrão se esticou todo para fazer a defesa.

O Sport volta a campo nesta quarta-feira, às 19h30, quando enfrenta o Palmeiras, na Ilha do Retiro. Já o Atlético visita o Santos, no mesmo dia e horário, na Vila Belmiro.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo